terça-feira, 10 de dezembro de 2013

O Milagre dos pássaros: Você conhece esta história?

Paz e Luz.
Esta linda história consta de um Evangelho apócrifo ( não reconhecido pela Igreja Católica) e que narra um lindo momento da existência de Jesus, que ocorreu, segundo o Narrador na sua infância, devendo ser portanto, um de seus primeiros milagres:
O texto está escrito nas palavras da Blogger, não constituindo reprodução fiel do texto original. 


imagem da internet
 Este fato aconteceu quando Jesus contava com aproximadamente cinco anos de idade.
O menino Jesus brincava perto de sua humilde casa junto a outras crianças de idade aproximada. Alegres, as crianças faziam pequenos pássaros de barro, sendo que os pássaros moldados pelo pequeno Jesus eram muito bem feitos, mostrando capricho e cuidado com as formas.
Porém, as Leis de Moisés proibiam qualquer tipo de trabalho no sábado, dia em que as crianças fabricavam os pequenos pássaros de barro. Por isto, um judeu adulto que passava e observou a atividade das crianças, vendo o que se passava e, percebendo que os pais das crianças se eximiam de impedi-las, correu  com intenção de avisar a José, Pai do menino. José imediatamente dirigiu-se para fora de casa e, chegando perto de Jesus, interpelou-o:
_ por que fazes num dia de sábado o que não é permitido fazer?
Jesus nada respondeu e voltou-se para os pássaros de barro que acabara de moldar e disse-lhes:
_ Voai!
Milagrosamente, os pequenos pássaros de barros  que Jesus moldara criaram vida, abriram as asas e voaram para o céu, piando alegremente té desaparecerem no horizonte.

Louvado seja Nosso Senhor Jesus Cristo.

RAMATIS: Breves palavras sobre o nascimento de Jesus.


imagem de internet


(...) Alguns Iniciados de Alexandria, Índia, Arábia e dos Santuários essênicos situados nos Montes Moab, no Carmelo e Monte Hermon, na Judeia, também conseguiram identificar que um acontecimento de alta significação espiritual se dera na face do orbe, marcando, talvez, a descida de um Avatar. Isaías e Miquéias, os profetas que previra a vinda do Messias, no Velho Testamento, foram então lembrados, enquanto os astrólogos, iniciados e magos, consultando as cartas astrológicas e as posições raras dos astros, confirmaram, realmente, que se iniciava nova era de transforação moral da Humanidade  graças à presença de um Espírito poderoso no seio da carne humana.
Já dissemos alhures, que uma estranha alegria e emoção paradisíaca envolveram as criaturas de bons sentimentos ante a presença de Jesus e dos seus anjos junto à Terra, tal qual na primavera as macieiras, as cerejeiras e os pessegueiros floridos, iluminados à luz do sol e sob o azul sidério do céu, também despertam em nossas almas emoções mais ternas e as sentidas saudades de um mundo desconhecido, mas vivo no imo de nossa alma.A Terra ficou impregnada de fluidos sedativos e esperançosos , que amainavam as tempestades e aflições humanas, enquanto se purificava  o cenário triste do mundo material. Sob esta influência amorosa e pacífica, consolidaram-e fórmulas de paz e de construtividade entre os governantes e floresceram as artes;concretizaram-se projetos benfeitores e se multiplicaram iniciativas de amparo aos deserdados. Reis e chefes de tribos belicosas, movidos por um sentimento de magnanimidade, indultavam seus prisioneiros, alforriavam escravos e cessavam empreendimentos belicosos. Enfraqueciam as demandas violentas, multiplicavam a tolerância e a ternura nos corações dos homens, superando facilmente os impulsos  destrutivos e violentos e do instinto inferior.
Embora Jesus sempre tivesse permanecido em Espírito, junto dos Homens, durante a sua encarnação terrena, ele manifestou-se pessoalmente no seio da comunidade humana e envolveu-a  com sua excelsa vibração sideral e vivência mais íntima com o Cristo Planetário! Em verdade, as potências angélicas haviam derrotado fragorosamente as legiões satânicas e Jesus atingira a carne terrícola, protegido e recebendo um organismo físico de genética sadia e de ótima contextura cerebral.malgrado as investidas diabólicas do Comando das Trevas, ele pudera configurar-se num menino formoso e lúcido que iniciaria sua peregrinação física, para entregar à Humanidade terrena a Mensagem de sua libertação espiritual.
Em torno de seu berço as potestades angélicas haviam colocado poderosas barreiras de luz, a fim de dissociarem qualquer carga de magnetismo nefato ali projetado, com intenção de impedir-lhe a sublime missão crística. Jesus, realmente vencera Satanás;  e a luz sublime do Anjo triunfara sobre o reino das Trevas.
" O Sublime Peregrino_ Ramatis- por Hercílio Maes-Freitas Bastos)

ORAÇÃO SENHORA DO SILÊNCIO.


imagem da internet




"Mãe do silêncio e da Humanidade, tu vives perdida e encontrada no mar sem fundo do Mistério enhor. Tu é disponibilidade e receptividade. Tu és fecundidade e plenitude. Tu és atenção e solicitude pelos irmãos. Estás revestida de fortaleza. Resplandecem em ti a maturidade humana e a elegância espiritual. És senhor de ti mesma antes de ser nossa Senhora. Em ti não existem dispersões. Em um ato simples e total, tua alma, toda imóvel, está paralisada e identificada com o Senhor. Estás dentro de Deus e Deus dentro de ti. total te envolve e te penetra e te possui,do ficou assumido ocupa e entrega todo o teu ser. Parece que em ti tudo ficou parado, tudo se identificou contigo: o tempo, o espaço, a música, o silêncio, a mulher, Deus. Tudo ficou assumido em ti e divinizado. Jamais se viu figura humana de tamanha doçura, nem se voltará a ver nesta terra uma mulher tão inefavelmente evocadora. Entretanto teu silêncio não é ausência, mas presença. Estás abismada no Senhor e ao mesmo tempo atenta aos teus irmãos, como em Canaã... A comunicação nunca é tão profunda como quando não diz nada, o silêncio nunca é tão eloquente como quando nada se comunica. Faz-nos compreender que o silêncio não é tão desinteressante pelos irmãos mas fonte de energia e de irradiação, não é encolhimento, mas projeção. Faz-nos compreender  que o apostolado, sem silêncio, é alienação, e que o silêncio, sem apostolado, é comodidade. Envolve-nos em teu mano de silêncio e comunica-nos a fortaleza da Tua Fé, a altura da tua Esperança e a profundidade do teu Amor. Fica com os que ficam e vai com os que partem, ó Mãe Admirável do Silêncio.
( autor desconhecido)

quarta-feira, 4 de dezembro de 2013

HISTÓRIA DE NATAL.




Um aldeão russo, muito devoto, constantemente pedia em suas orações que Jesus viesse visitá-lo em sua humilde choupana.
Na véspera do Natal sonhou que o Senhor iria aparecer-lhe. Teve tanta certeza da visita que, mal acordou, levantou-se imediatamente e começou a pôr a casa em ordem para receber o hóspede tão esperado.
Uma violenta tempestade de granizo e neve acontecia lá fora. E o aldeão continuava com os afazeres domésticos, cuidando também da sopa de repolho, que era o seu prato predileto.
De vez em quando ele observava a estrada, sempre à espera...
Decorrido algum tempo, o aldeão viu que alguém se aproximava caminhando com dificuldade em meio a borrasca de neve. Era um pobre vendedor ambulante, que conduzia às costas um fardo bastante pesado.
Compadecido, saiu de casa e foi ao encontro do vendedor. Levou-o para a choupana, pôs sua roupa a secar ao calor da lareira e repartiu com ele a sopa de repolho. Só o deixou ir embora depois de ver que ele já tinha forças para continuar a jornada.
Olhando de novo através da vidraça, avistou uma mulher na estrada coberta de neve. Foi buscá-la, e abrigou-a na choupana. Fez com que sentasse próximo à lareira, deu-lhe de comer, embrulhou-a em sua própria capa...
A noite começava a cair... Não a deixou partir enquanto não readquiriu forças suficientes para a caminhada. E nada de Jesus!
Já quase sem esperanças, o aldeão novamente foi até a janela e examinou a estrada coberta de neve. Distinguiu uma criança e percebeu que ela se encontrava perdida e quase congelada pelo frio...
Saiu mais uma vez, pegou a criança e levou-a para a cabana. Deu-lhe de comer, e não demorou muito para que a visse adormecida ao calor da lareira.
Cansado e desolado, o aldeão sentou-se e acabou por adormecer junto ao fogo. Mas, de repente, uma luz radiosa, que não provinha da lareira, iluminou tudo!
Diante do pobre aldeão, surgiu risonho o Senhor, envolto em uma túnica branca! - Ah! Senhor! Esperei-O o dia todo e não aparecestes, lamentou-se o aldeão...
E Jesus lhe respondeu: "Já por três vezes, hoje, visitei tua choupana: O vendedor ambulante que socorrestes, aquecestes e deste de comer... era Eu! A pobre mulher, a quem deste a capa... era Eu! E essa criança que salvaste da tempestade, também era Eu..."
"O Bem que a cada um deles fizeste, a mim mesmo o fizeste!

cópia da internet.

LISTA DE PRESENTES.




Quando se aproxima o final do ano, costumamos fazer algumas listas que têm o objetivo de nos auxiliar a cumprir com os compromissos aos quais nos propusemos no decorrer do ano e que acabamos deixando para trás.
Nelas estão incluídas as promessas que fizemos e nem sequer nos movemos no sentido de cumpri-las. Lista de tarefas profissionais que foram inúmeras vezes deixadas em último lugar.
Lista de compromissos sociais diversas vezes adiados.
E, com a proximidade do Natal, vem também a lista de presentes.
Então, nos esmeramos na compra de lembranças e mimos para os familiares e amigos, em um gesto simbólico de comemoração do aniversário de nosso querido amigo Jesus.
Movidos pelo sentimento de caridade que nos envolve mais intensamente, nesta época do ano, muitos oferecemos lembranças àqueles menos favorecidos e aos desamparados.
Na ansiedade de não esquecer nenhum de nossos afetos, verificamos inúmeras vezes nossa lista.
Mas, num gesto de reflexão, poderíamos incluir em nossas anotações uma lista do quanto nos fizemos presentes na vida de todas as pessoas que nos cercam.
Com certeza constataríamos o quanto ofertamos de nós mesmos às pessoas que estimamos e também àquelas que, mesmo sem conhecermos muito bem, podem ter precisado de nós em algum momento.
Paremos para pensar o quanto nos fizemos presentes na vida de nossos filhos.
Se ainda crianças, reflitamos por quantas vezes estivemos ao lado deles brincando, dando-lhes bons exemplos, ensinando-lhes as verdades e também as coisinhas mais simples e importantes da vida.
Como observar e respeitar a natureza; ou oferecer um cumprimento sincero e afetuoso às pessoas.
Quantas vezes lhes ofertamos abraços carregados de afeto e dissemos a eles que os amamos?
O trabalho, a louça suja, a casa desarrumada podem esperar. A infância não, essa passa em um piscar de olhos e não volta mais.
Oferecemos aos nossos filhos jovens e aos nossos pais o presente da companhia desinteressada, do apoio nos momentos que precisaram?
Quantas vezes os incluímos em nossos planos diários? Telefonamos para eles apenas com o intuito de saber como estavam passando?
Aos amigos, oferecemos o presente da amizade sincera?
A prática da verdadeira caridade fez parte de nossos projetos?
Não sabemos o quanto nos demoraremos nesta existência, se teremos uma vida breve ou longa. Procuremos então não adiar esses verdadeiros presentes que somos capazes de oferecer ao nosso próximo.
As lembrançasque podemos comprar também têm o seu valor, e todos gostamos de recebê-las, pois demonstram carinho, afeto e gratidão.
Mas nada disso tem sentido se não tocamos o coração das pessoas.
Muitas vezes, a palavra que compreende, o olhar que conforta, o silêncio que respeita, a presença que acolhe e os braços que envolvem podem ter um valor imensamente maior do que qualquer presente material que ofertemos.
São essas atitudes que dão sentido à vida e fazem com que ela seja mais intensa, leve e feliz.
Pensemos nisso.
Redação do Momento Espírita.
Em 2.12.2013.


NATAL DE TODAS AS RELIGIÕES.




louvado seja Nosso Senhor Jesus Cristo.
Chegado o mês de dezembro, o Natal toma conta de de todas as mentes que, buscam aproveitar ao máximo esta data. Porém, devemos aproveitar pensando sobre o que significou para este Planete a encarnação do Cristo Jesus ou o que significa para nós este acontecimento.
Devemos considerar que o Natal não é privilégio de nenhuma Religião em particular, mas de todos os Credos que tem por base a crença em Jesus. Por isto, neste ano, este Blog vai trazer para nossa leitura e meditação a visão do Natal sob diversas óticas doutrinárias, pois certos de que nenhuma detém a verdade absoluta, 
e, sim, que uma completa a outra sem esgotar o assunto.
Espero que entendam e aceitem esta posição. Como diz minha Mentora querida " o importante é que se fale em Jesus, de qualquer jeito, em qualquer lugar e em qualquer tempo".
Assim, teremos uma visão panorâmica d posicionamento de diversos credos e, creio, não haverão conflitos,mostrando que, apesar das diferenças individuais de cada ser humano, Jesus ainda é unanimidade.

igreja evangelica Luterana Bom Pastor 2011 natal

Tia Neiva - Mensagem de Natal- Vale do Amanhecer.

Preparando a chegada de Cristo - Pe. Fábio de Melo - Programa Direção Es...

Raul Teixeira: o significado do Natal

sábado, 16 de novembro de 2013

O CAMINHO INICIÁTICO:É IMPORTANTE SABER!

Paz  e Luz em nossos Espíritos.
Esta postagem é para os que já despertaram e se perceberam com seres que trabalham dentro de um propósito maior. Um propósito que, na maioria das vezes, nos primeiros tempos, traz angústia e dificuldades que muitas vezes não são entendidas, e, não raro desanimam e se sentem perdidos e desamparados.
Entretanto, é necessário fortalecer a vontade de seguir, pois Ele precisa de todos para a evolução de seus filhos. Para que estes filhos queridos e bem amados consigam fazer o retorno até a origem, até o Criador. Quem sabe, nos fortificndo e nos unindo, chegaremos juntos?





Quando o descobrimento do Mundo Interior tem início, geralmente o indivíduo é levado a reconhecer a sua própria energia, a interagir com ela, a absorvê-la em seus corpos, a exprimi-la na vida externa com uma perfeição que dia a dia deve ir-se aprofundando. No decorrer deste processo, este contato atingirá um ponto tal que as disparidades entre o lado humano e o interno do ser diminuem, estabelecendo maior comunhão entre aspectos aparentemente contraditórios.
Quando esta comunhão está para acontecer, transformações prenunciam a fase futura em que o indivíduo mais integralmente da unidade da vida cósmica, em que ele verá a sua energia característica, pessoal, ceder lugar à neutralidade, e verá sua consciência ampliar-se, levando à dissolução a tendência de identificar-se com uma ou outra manifestação de núcleos superiores, tais como, os centros intraterrenos, as Hierarquias e os Raios. Ele terá então que adquiri uma grande mobilidade diante das situações que lhe forem apresentadas, transcendendo manifestações isoladas  da energia e unindo-se à essência da vida.
Deixará, portando, de ter preferências. Sua sintonia passará a  ser regida não mais por afinidades, mas pela necessidade planetária.
Assim poderá num momento exprimir a energia pura de certo Raio e no momento seguinte a de outro, conforme demandar o Plano Evolutivo. Seu trabalho abrangerá âmbitos cada vez maiores, como decorrência e como reflexo da ampliação que vai ocorrendo em sua própria consciência.
Desse modo, um servidor, no sentido espiritual do termo, abdica de suas afinidades, não mais pergunta o que o próprio ser deseja manifestar, mas si o que a vida planetária necessita que seja manifestado para tornar-se mais perfeita. E prosseguir o seu caminho com perseverança e fidelidade, sabendo que por meio do serviço poderá colher frutos doces e amargos que devem ser igualmente aceitos. Seu empenho estará em alimentar a chama interior, atraindo para a Terra a luz que revela os mistérios da existência e demonstra serem todos os homens chispas de um único fogo, transmutador, renovador e que permite a continuidade do cosmo.
Fonte: Livro " Aos que despertam", Trigueirinho.

Influência do Mundo espiritual em seu mundo.






Como o Mundo Espiritual está agindo no seu mundo.



Você está trazendo uma nova freqüência para sua própria vida, focando no mundo espiritual ao invés do material. Você está liberando o passado e aprendendo como ficar centrado no presente, ao mesmo tempo em que está usando uma nova freqüência de energia que pode ajudar à Terra, seu povo e todas as coisas vivas a evoluir para um novo nível dimensional. Conforme a energia se intensifica, você pode sentir que o tempo, de alguma forma, está se acelerando. Você pode se sentir inquieto, incapaz de pegar no sono algumas vezes e compelido a realizar mais. O que você deve fazer é se prender e se fazer presente ao seu próprio corpo físico. O descanso apropriado, uma nutrição saudável e exercícios podem aliviar o Stress. Isto não quer dizer que você deva fazer mais; significa que você deve estar pronto e aberto para receber o que está a caminho. Se acontecer de você sentir que está sentado à beira do caminho, impossibilitado de trazer ao mundo os seus dons únicos, saiba que isto é uma ilusão. Você não está esperando; você está em transição.
1. Centre-se e se visualize como uma coluna de luz, alinhando-se com o seu EU-SOU presença divina.
2. Acredite que você está fazendo e recebendo o que é verdadeiramente seu, independente do que está acontecendo a sua volta.
3.Esteja disposto a confiar em você mesmo, seu instinto e sua intuição.
4. Não se deixe seduzir pela opinião alheia, nem se deixe afetar por energias negativas.Fale a sua verdade de modo firme e com compaixão.
5. Pare de esperar pela mudança e SEJA a mudança. Se você está infeliz com a sua vida, comece a escrever uma lista das coisas que quer. Cheque a sua lista e se pergunte, “eu realmente quero isso?”, então, escreva uma nova lista. Transforme a sua lista de desejos em afirmações concretas de intenção. Por exemplo, se você quer entrar em forma, você pode escrever: Eu agora me exercito pelo menos três vezes por semana. Então tome pequenos passos para alcançar seu objetivo. Faça uma longa caminhada, suba pelas escadas ao invés de subir pelo elevador, faça um simples alongamento ou faça uma aula de academia. Anote no seu calendário o que conseguiu fazer e continue explorando novos modos de alcançar seu plano.
6. A criação se torna orgânica. A partir do momento que você sabe o que quer, você pode atrair para si através da focalização dos seus pensamentos e energia. Se preocupe em concentrar a energia com bom humor e alegria. Se você se sentir bloqueado, examine os seus pensamentos. Você está se preocupando demais, colocando pressão sobre si ou tentando forçar uma situação, ao invés de PERMITIR que isso aconteça?
Você está recebendo o Amor de que precisa?

Parte de postagem publicada no site " Anjo de Luz.", onde você poderá ler na íntegra.

cuidado com a superstição!





Problema de caspa?

Esta história, muito interessante e verídica, que mostra o perigo e até o ridículo que passam alguns espíritas quando se deixam levar pelos exageros e pelas superstições!

Passou-se no início dos anos 80 e foi-nos relatada pelo Sr. G., um amigo algarvio, de Faro, já desencarnado.

Saía ele, com outro companheiro de lides espíritas, de um café em Portimão chamado ‘Casa Inglesa’ quando teve que parar e esperar pelo seu amigo porque ele se encontrava todo atarefado a sacudir de cima de si, com as mãos, algo que lhe não era visível aos olhos. Em plena rua esfregava a cabeça, depois os ombros, a seguir o tórax, os braços e as pernas. Seguidamente sacudia energicamente as mãos. Parecia muito aflito.

- O que tens? – perguntou o Sr. G.
- Então não sabes? Não viste? Não reparaste?
- Mas em quê? – voltou a perguntar o Sr. G.
- O café.
- Mas o que é que tinha o café? Até não estava mau.
- Não me refiro ao café que bebemos mas ao local onde estivemos.
- Sim. Mas o que tinha?
- Estava cheio de gente e de fumo.
- E depois?
- E depois acabamos por captar entidades viciosas.
- Sim?!...
- Sim. E o que eu fiz logo foi dar um auto-passe.
- ???

- Para afastar as entidades!
- Ah! – disse o Sr. G. cheio de admiração – Pensava que estavas tendo um ataque de caspa.

Moral da história – estudemos a doutrina espírita para não cairmos na superstição, no dogmatismo, no fanatismo e em situações ridículas.

Fonte. BLOG Ideia Espírita.

ORAÇÃO DA MIGALHA: MEIMEI- LINDO!



IMAGEM DA INTERNET
ORAÇÃO DA MIGALHA

SENHOR
           

  QUANTAS CRIATURAS ME FITAM INDIFERENTES, E QUANTAS ME ABANDONAM POR LIXO IMPRESTÁVEL...
DIZEM QUE SOU MOEDA INSIGNIFICANTE, SEM UTILIDADE PARA NINGUÉM; CONTUDO, DESEJO TRANSFORMAR-ME NA GOTA DE REMÉDIO PARA A CRIANÇA DOENTE. ATIRAM-ME À DISTÂNCIA, QUANDO SURJO NA FORMA DO PEDAÇO QUE SOBRA À MESA; NO ENTANTO, ASPIRO A FAZER AINDA, A ALEGRIA DOS QUE CHORAM DE FOME. MUITA GENTE CONSIDERA QUE SOU TRAPO VELHO PARA O ESFREGÃO, MAS ANSEIO AGASALHAR OS QUE ATRAVESSAM A NOITE DE PELE AO VENTO...OUTROS ALEGAM QUE SOU RESTO DE PRATO PARA A CALHA DO ESGOTO, MAS ENCONTRANDO MÃOS FRATERNAS QUE ME AUXILIEM, POSSO CONVERTER-ME NA SOPA GENEROSA, PARA ALIMENTO E CONSOLO DOS QUE JAZEM SOZINHOS, NO CATRE DO INFORTÚNIO, REFLETINDO NA MORTE.
AFIRMAM QUE SOU APENAS MIGALHA E, POR ISSO, ME DESPREZAM...TALVEZ NÃO SAIBAM QUE, CERTA VEZ, QUANDO QUISESTE FALAR EM AMOR, NARRASTE A HISTÓRIA DE UMA DRACMA PERDIDA E, REPORTANDO-TE AO REINO DE DEUS, TOMASTE UMA SEMENTE DE MOSTARDA POR BASE DE SEU DESTINO.
FAZE, SENHOR, QUE OS HOMENS ME APROVEITEM NAS OBRAS DO BEM ETERNO ....
E, PARA QUE ME COMPREENDAM A CAPACIDADE DE TRABALHAR, DIZE-LHES QUE,  UM DIA , ESTIVEMOS JUNTOS EM JERUSALÉM, NO TEMPLO DE SALOMÃO, ENTRE A RIQUEZA DOS PODEROSOS E AS JÓIAS FAISCANTES DO SANTUÁRIO, E CONTA-LHES QUE ME VISTE E ME ABENÇOASTES, NOS DEDOS MIRRADOS DE POBRE VIÚVA NA FEIÇÃO DE UM VINTÉM.

MEIMEI


AOS QUE DESPERTAM.

Paz e Luz. Espero que esta mensagem diga algo para você, que tranquilize seu espírito e seu coração e, se você se sentir tocdo (a), compartilhe para que outros tenham acesso à mesma.




imagem da internet.


Eu sou Tobias do Círculo Carmesim, uma ordem angélica que está aqui para trabalhar com professores da consciência tanto na Terra quanto em outros reinos. Estou reunido hoje com seres angélicos que vem de um espaço de amor e compaixão para apoiá-lo e amá-lo. 

Também trazemos essa mensagem de um grupo de anjos humanos. Eles estão na forma humana agora na Terra, mas são de fato anjos. Eles têm explorado a consciência e o Espírito e Deus por eras. Eles estão fisicamente incorporados nesse momento na Terra. Podem ser seus vizinhos, membros de sua família ou amigos, talvez pessoas que você sequer conheça. Mas eles estão na Terra agora servindo como um novo tipo de professor e como uma guia. Eles vêm explorando os reinos da nova consciência e da Nova Energia e todo o conceito “Eu Sou”, o qual significa Espírito, Deus integrado ao eu na Terra nesse momento. 

Reunimos as energias dos anjos, do Espírito e desse grupo na Terra chamado Shaumbra para trazer essa mensagem em resposta ao seu chamado. 

Você nesse momento está passando por um processo de despertar e é por isso que você recebeu esta carta. O processo de despertar pode ser muito desafiador, pode ser enganador e pode ser lindo, tudo ao mesmo tempo. 

Você sabe que está passando por um processo de despertar espiritual quando você começa a questionar coisas que jamais havia questionado antes, coisas como autoridade e estrutura; quando você começa a questionar por que está aqui na Terra, qual o significado da vida, o que é que deveria estar fazendo agora. 

Você sabe que está passando por um processo de despertar quando, nos momentos de quietude, talvez tarde da noite, você chama por Deus sem saber se há mesmo um Deus, pelo menos da velha maneira. Você chama por um ser mais elevado ou por um poder mais elevado em algum lugar lá fora. E você envia uma mensagem totalmente do seu coração, da parte mais verdadeira de seu ser - “Querido Espírito, querido Deus, estou pronto.” Você diz do fundo verdadeiro de seu ser, “Querido Espírito, querido Ser Eterno, quero fazer qualquer coisa mas não sei o quê”. 

Você sabe que está passando por um processo de despertar quando todas as velhas crenças não parecem mais ser verdadeiras, e as coisas que você mantinha com tanto afeto agora parecem memórias do passado, coisas do passado. Você sabe que está passando por um processo de despertar quando as coisas que costumavam ser sonhos e objetivos e desejos do eu humano não têm mais importância, mas você não sabe o que importa. 

Se você está ouvindo ou lendo isso, ou foi tocado de alguma maneira, estamos aqui para lhe dizer que você não está sozinho. Há seres angélicos em nosso lado que estão aí com você nesse momento - não em um futuro, não em algum lugar do passado que você não lembra bem - mas agora mesmo, nesse momento. E com um simples respirar, com sua simples respiração é aberta a porta para que nós cheguemos perto de você para te amar, e te lembrar de suas origens angélicas, deixando-o saber que temos um imenso amor e compaixão por você. Você não está só. 

Com uma simples respiração nesse momento você permite o amor e a compaixão de dezenas de milhares e milhares de humanos nesse momento na Terra, que passaram ou estão passando por um processo similar ao seu - o despertar do Espírito. Eles sabem como é perder todas as coisas que eram queridas. Eles sabem o que é ter seus sistemas de crenças desafiados em todos os níveis. Eles sabem como é quando as coisas do mundo material que eram importantes de repente começam a se dissolver. Eles sabem como é perder um relacionamento, ou pelo menos a ilusão de estar perdendo, de maneira que eles, e agora você pode começar a se relacionar consigo mesmo. Com uma simples respiração você pode se abrir e se permitir não estar mais sozinho. 

Sabemos que tem sido difícil e desafiador, e nós sabemos bem que o que vem passando é muito cheio de emoção e, às vezes, muito dramático. Sabemos que você vem tentando descobrir o que é usando sua mente. Você vem usando sistemas, estruturas e métodos e até agora não encontrou as respostas. Você tentou analisar, mas é algo que não pode ser analisado. Pode ser apenas sentido e experimentado. Você passou, muitos de vocês passaram por aconselhamento - seja profissional ou com amigos - e você sabe em seu coração que os métodos e as palavras que eles lhe transmitem não estão verdadeiramente preenchendo esse profundo anseio interno de conhecer-se e de conhecer o Espírito em você. 

Sabemos que às vezes você quer apenas desaparecer. Apenas evaporar. Não se trata de morrer, apenas eles sair da existência. Os desafios, a transformação, as mudanças podem ser demasiadas para o humano, para a mente, para o aspecto de você que tem uma espécie de venda nos olhos, que não vê quem realmente é. Pode ser demasiado e tão duro que você escolhe sair da existência. 

Mas os anjos que estão agora aí com você e os anjos humanos de pé junto a você entendem sua jornada. Eles têm algumas mensagens pra você hoje, primeiro e, antes de mais nada é que você não está sozinho. Segundo, que o processo que você está passando é na verdade muito natural. Pode parecer confuso e você pode se sentir perdido, mas o que está fazendo é muito natural. Você está permitindo que a fachada humana e a ilusão de quem pensava ser se desvaneçam. E enquanto se desvanecem, o que você começa a conhecer no nível mais profundo e amoroso é seu ser divino, você se reconhece como Deus também; vê a si mesmo como Espírito; você conhece a si como divino, não mais limitado a uma velha identidade humana, mas entendendo agora que é eterno, que você é grandioso e pode escolher sua própria realidade, até mesmo como viver na Terra agora. 

Aqude nós reunidos agora a sua volta partilhamos com você que todas as respostas estão internamente. Elas não são encontradas com alguns gurus. Elas não se encontram com algum ser angélico, mas dentro de você. Viver nesse estado de dualidade como você vem fazendo, vivendo com o conceito de luz e escuridão, bom e mau, masculino e feminino, você até caiu num sistema de crença que diz que as respostas estão por aí em algum lugar... De fato elas estão dentro de você. Elas vêm do espaço interior mais verdadeiro e mais precioso, e elas pode ser descobertas no momento de quietude, no momento da respiração, no momento de aceitação de si mesmo. 

Partilhamos com você que não há uma meta, não há um propósito, não há algum Deus no céu distante que esteja fazendo você passar por algum labirinto ou por um curso de obstáculos. Mas a realidade é que tudo em sua vida é de sua criação, é sua descoberta da beleza, sua descoberta das profundezas da realidade. Tudo que você está experimentando agora em sua vida é por sua escolha. Não há forças externas ou seres que estejam fazendo você passar por isso. Não há ninguém ditando o destino de sua vida. Você vai descobrir que tudo é por escolha sua.

Talvez uma parte de si mesmo muito profunda tenha desejado ter a experiência de passar pela vida como a conheceu até agora, mas entenda que você é quem a está criando. E quando você entende isso e toma posse de si mesmo, você começa a entender a beleza de sua jornada. Você passa a entender que não está perdido de maneira nenhuma. Você apenas esteve profundamente imerso numa experiência tão cheia de riqueza, mesmo que dolorosa algumas vezes, mas que trouxe um novo significado e uma nova profundidade a sua alma. 

Então nesse dia nesse momento, no despertar de seu eu verdadeiro, é hora de dizer adeus ao seu velho eu humano. Você vem tentando ficar agarrado nele, fazendo reparos e revivendo-o, e agora é o momento de dizer adeus a essa identidade humana, às crenças limitadas, ao velho caminho do carma, a velha progressão de vidas que o mantiveram nessa brincadeira de roda. É hora de dizer adeus a tudo isso.

Parte de você pode sentir tristeza. É uma morte da consciência, não uma morte do corpo físico, mas uma morte da consciência. Ma ao dar adeus ao velho eu, você também libera energias que estavam travadas ou feridas, energias que não lhe servem mais e não lhe serviram por muitas, muitas vidas.

Ao dizer adeus ao seu velho eu humano, você descobre uma nova liberdade. É como tirar um terno ou uma armadura de que não se precisa mais. Ao liberar o velho aspecto do eu, você cria agora espaço dentro de você para a entrada do eu maior, o eu divino, seu eu angélico que vem pacientemente esperando com suas asas fechadas, esperando você terminar de jogar esse maravilhoso jogo ou experiência, esperando você fazer a escolha e convidar a entrar agora nessa realidade seu eu verdadeiro, o eu divino.

Quando você diz adeus ao seu eu humano surgem questões de medo, de morte e de perder o controle. Mas, queridos amigos, todas elas são ilusões. Quando você libera quem achava que você fosse, você dá espaço para ser tudo que você realmente é. Nesse momento há um sentimento em você de que se você liberar vai cair num tipo de abismo escuro e eterno e jamais voltará, jamais será achado, talvez até mesmo fique vagando perdido através das dimensões e universos. Mas esse grupo de anjos nesse momento com você e o grupo de humanos com você, todos eles passaram pela experiência e todos entendem que quando você libera quem pensava ser, quando você confia em si mesmo no mais íntimo, no nível mais bonito, você descobre quem você realmente é.

Essa escolha é sua, é claro. Depende de você. Mas você nos chamou, rezou, pediu respostas e é por isso que aparecemos hoje. 

No despertar de seu verdadeiro eu, você também dá adeus a Terra como a conheceu até então. Muitos chamam a Terra de “Gaia”, a terra, a água, o céu. Gaia é um espírito que cuidou da Terra, que vem alimentando a Terra, todos seus elementos, todos seus animais e todas as suas florestas desde o início dos tempos da Terra. No seu despertar e liberação e no adeus a Gaia, você entende que não é responsabilidade de outro espírito cuidar da Terra. É sua responsabilidade ser parte dela, Terra. 

O espírito Gaia aos poucos, lentamente está partindo de maneira que você, todos os outros humanos tomem a si a responsabilidade pela água que você bebe, pela terra por onde caminha, pelo céu que vê com seus olhos, por toda a vida vegetal e animal. Que experiência linda e abençoada é agradecer Gaia por tudo que ela fez, dar adeus a ela e agora aceitar para si mesmo a responsabilidade pelo planeta. 

No despertar por que passa agora, é também tempo de dar adeus a consciência humana como a conheceu. Você jamais será o mesmo novamente. Recentemente a Terra entrou numa nova era e numa nova esfera. Nós chamamos a nova consciência ou a Nova Energia. Nessa nova consciência todas as coisas mudam. A Terra, a consciência humana e os humanos estão evoluindo nesse momento. A mudança que você vê fora de você pode parecer caótica. Pode parecer que as coisas estão se desenrolando, tudo caindo em pedaços. Pode parecer que há carência de bens essenciais. Pode parecer que as coisas estão constantemente no limite. 

É hora de liberar isso também porque a humanidade está passando por um incrível processo de transformação. Está passando por importantes mudanças e, o que parece ser falta de combustível e petróleo, é mais novos desenvolvimentos em tecnologia e novas fontes de energia. Ao invés do velho combustível fóssil, a descoberta de novo combustível. O que parecer ser carência de alimentos é realmente sobre olhar como cuidar da biologia de uma nova maneira, como alimentá-la de uma nova maneira, como criar as plantações de uma maneira nova, natural e eficiente. 

Mudanças nos governos, mudanças na política tudo é parte do processo. É fácil ficar com medo e se preocupar sobre o que vai acontecer ao mundo nesse momento, mas esse grupo de anjos e esse grupo de humanos, eles sabem que é apenas evolução. Eles sabem que a mudança pode parecer caótica, mas a lei natural da evolução e da expansão está em andamento nesse instante, e você está participando dela. 

Trata-se de dizer adeus ao mundo como você o conheceu mesmo em termos de finança, prosperidade e riqueza. Por, ah ...Tantos e tantos anos na Terra a riqueza, o poder, o dinheiro foram centralizados em tão poucos lugares e mantidos por tão poucas pessoas ou consolidados em tão poucos países. Na nova consciência esse desequilíbrio não funciona mais. Então a riqueza, mesmo o equilíbrio do que vocês chamariam poder, é redistribuída. Isso não significa que alguém ganha menos, significa apenas que os que estão atrás agora se nivelam. 

O mundo não está se acabando, o mundo está evoluindo. O mundo está redistribuindo. O mundo está se tornando mais equilibrado e justo. 

No processo de despertar as coisas podem parecer obscuras. As coisas podem parecer ser do mal. As coisas podem parecer muito confusas, mas estamos aqui para lhe dizer que é apenas evolução. O mundo vai continuar. A Nova Energia vai entrar. O novo entendimento da ciência e da matemática, o entendimento na tecnologia e na educação, tudo está chegando agora mesmo. 

O processo de despertar pode ser solitário porque se trata da redescoberta de quem você é sem ter os outros para te dizer isso, sem ter o sistema de crenças dos outros para dar forma e criar sua vida. Sabemos que você vem passando por uma parte de sua vida muito triste, muito obscura e solitária, sentindo-se muito perdido e confuso, como se ninguém o ouvisse. Mas esses seres angélicos e esses seres humanos querem que saiba que nós o ouvimos. Sabemos quem você é. Sabemos o que vem passando. E queremos que você saiba que jamais está sozinho. 

Seu processo de despertar vai continuar a se revelar e nesse processo você vai ver toda a sua beleza. Você vai ver como você enquanto um ser divino na verdade planejou tudo para si mesmo. Você vai ver o medo ir embora. Vai ver as ilusões da dualidade partirem e serem substituídas pelo conhecimento da unidade. 

Trazemos a você hoje essa mensagem dos anjos, dos humanos e todos os que estão passando pelo processo de despertar, mensagem de que você jamais está sozinho. 
E assim é.”

Por favor, distribua este texto livremente numa base não comercial e sem cobrar por ele. Por favor, inclua as informações na íntegra, inclusive com todo este pé de página. Todos os outros usos têm que ser aprovados por escrito por Geoffrey Hoppe, Golden, Colorado. Veja a pagina de contatos no website http://www.crimsoncircle.com/ 

© Copyright 2008 Geoffrey Hoppe, P.O. Box 7328, Golden, CO 80403. Todos os direitos reservados.
http://www.novasenergias.net/circulocarmesim

Fonte:
http://comandoestrelinha.ning.com/group/ensinamentosdosmestresascensionadosdagrandefratern/forum/topic/show?id=3692814%3ATopic%3A56

terça-feira, 15 de outubro de 2013

A CARGA: Pense bem sobre esta mensagem!



imagem de internet



Esta história nos foi contada por uma Entidade de Luz e nos faz pensar sobre os nossos problemas e como não sabemos conviver com os mesmos,  e a história é assim:

Um homem recebeu a incumbência de levar nas costas uma carga muito pesada. No começo, o homem, que era bem forte e saudável, achou que seria bem fácil levar aquela carga de um lado para o outro até o destino onde deveria entregar a encomenda.
Porém, a medida que ia andando, começou a sentir o peso sobre as costas e passou a se sentir desanimado, achando que não conseguiria cumprir ao que se obrigou.
Porém, continuou andando e os músculos de suas costas ficaram adormecidos e sem que ele percebesse a carga ficou para tráz.
Ao chegar ao destino, o homem reclamou que sofreu muito para chegar até ali, que era um absurdo fazer um homem carregar semelhante peso e alegou que nem aguentava se abaixar para se aliviar do peso.
Neste instante, a pessoa que recebeu o homem avisou ao mesmo que a embalagem que ele carregava estava vazia  e que o conteúdo pesado havia ficado em algum lugar lá atrás!
O homem não acreditou e tirou das costas o volume ue tanto pesava e, desconcertado, viu que há muito tempo provavelmente, nada carregava. Apenas sentia o peso e as dificuldades do transporte porque se acostumara com a situação.

Meus irmãos e irmã. Quantas vezes reclamamos de algo que não mais nos incomoda e apenas ainda sentimos o desconforto, a dor, a tristeza por estarmos acostumados com a situação? Vamos aliviar as dificuldades que ficaram para trás e seguir rumo a uma caminhada mais leve, mais tranquila!
Paz e luz.

Deus existe: A história do barbeiro.




DEUS EXISTE! A HISTÓRIA DO BARBEIRO.

ESTA HISTÓRIA ME FOI CONTADA HOJE E AMEI. ACHEI BEM INTERESSANTE  E MUITO LÓGICA; ESPERO QUE VOCÊ GOSTE.

IMAGEM DA INTERNET
Conta-se que um determinado dia, um homem foi ao barbeito para cortar o cabelo. Durante o trabalho, travou-se animada conversa entre o homem e o barbeiro como sempre acontece nestes ambientes; e conversa vai, conversa vem, no meio de inúmeros assuntos, surgiu o assunto "Deus".
_ Mas, - disse o barbeiro- Deus não existe, é uma invenção do Homem...
_ Mas, como o senhor sabe que Deus não existe? Como poe afirmar isto com tanta certeza?
- Ora- disse o barbeiro- Isto é fácil de comprovar! Basta sair à rua!
O homem se mostrava cada vez mais interessado no que dizia o barbeiro e  não via nenhuma lógica na afirmação de que bastava sair na rua para provar a inexistência de Deus e continuou:
_ Como assim, basta sair à rua?!
_ Ora, então o senhor não percebe- respondeu o homem. Basta sair na rua para vermos tantas pessoas miseráveis, doentes, tristes, desesperadas. Vemos crimes e desastres... muito sofrimento! Crianças abandonadas... velhos esquecidos... O senhor não acha que se Deus realmente existisse o mundo seria melhor e não haveria tantos sofrimentos e dores.
O homem pensou, pensou, pensou.
- É, neste pensamento talvez o senhor tenha razão. Entretanto, basta sairmos à rua para percebermos que barbeiro também não existe!
_ Mas, como?!
_ Basta sairmos à rua para percebermos tantos homens cabeludos ou com os cabelos mal cortados, outros com os cabelos sujos e outros ainda com os cabelos mal penteados sendo assim, podemos afirmar que os barbeiros não existem; pois se os barbeiros realmente existissem os homens não viveriam com os cabelos tão mal cuidados, não é?
O barbeiro ficou sem fala, sem saber o que responder!

Dá pra pensar por um bom tempo, não? 

domingo, 22 de setembro de 2013

VOCÊ ACREDITA EM FADAS? O que diz o Espiritismo?

imagem de internet




( Texto de Jose´Carlos Leal) Correio  Correio Espírita- Set/13).


 Nas línguas neolatinas são chamadas de fadas: em francês faaé feé; Provençal, Fada; Espanhol, Hada; italiano Fata e Português Fada. Estas palavras com toda a certeza derivam do altim Fatum que significa destino. No século IV de nossa era já encontramos essa palavra no feminino, usada como equivalente de parcas ou Moiras, divindades da Mitologia Grega que representavam o destino, na Idade Média (476 a.C- 1453) aparece o verbo latino fatare no sentido de encantar.
Qual a origem das fadas? Essa questão não é de modo algum fácil. Penso que seria interessante para se dar uma solução ainda que hipotética a esse problema, partirmos da etimologia da palavra. Como já vimos a palavra fada deriva do termo latino fatum que dignifica destino. Neste sentido existe uma perfeita equivalência entre a palavra latina fatum e a grega moira. Não raro, as moiras são personificadas pelas três irmãs fiandeiras Láquesis, Atropo e Clotos que, nas crenças populares dos antigos gregos,presidiam os acontecimentos básicos na vida humana: o nascimento, o casamento e a morte.
Um levantamento, mesmo pouco exaustivo dos contos infantis,mostram as fadas participando de um desses três acontecimentos, principalmente dos nascimentos, quando atribuem à criança recém- nascida determinado destino.
Um exemplo muito claro dessa colocação  é o conto popular (Conto de fada), A Bela Adormecida.
Neste relato nasce  a filha de um rei e ele convida todas as fadas que conhecia, exceto, naturalmente a fada má, para dar à menina um belo destino.Aconteceu, porém que a fada má sentiu-se ofendida por não ter sido convidada e foi ao palácio real mesmo sem convite. Quando as fadas boas terminaram d falar os mais belos destinos para a criança, a fada má entrou na sala e disse:
- "Esta menina quando tiver quinze anos, espetará o dedo em uma agulha  morrerá." Todos ficaram muito consternados, mas nest momento chegou a rainha das fadas boas  e disse:
- Nada posso fazer o fado que a fada má deu à menina, mas posso atenuá-lo: Ela picará o dedo mas não morrerá, apenas dormirá com todo esse reino por cem anos."
As fadas boas tem a aparência de uma mulher alta, branca, muito bonita que usa vestidos longos e trazem na cabela um chapéu cônico usado também por alguns magos e feiticeiras. Trazem consigo ua vara que deve ter sua origem na vara de Hermes ( o Caduceu) ou na vara de Moisés que era capaz de obrar maravilhas como transformar -se em serpente ou abrir as águas do Mar Vermelho. 
esta vara é chamada de varinha de condão porque ela pode operar maravilhas. É com ela que a fada madrinha de Cinderela transformou a abóbora em carruagem. os ratinhos em lacaios, os miseráveis trajes de cinderela em belo vestido, para que sua afilhada pudesse ir ao baile no palácio real.
Nos contos do ciclo bretão do qual fazem parte os mitos do  Rei Artur e os Cavaleiros da Távola Redonda, a fada perde um tanto este caráter de divindade representiva do destino. a fada Morgana, do ciclo Arthuriano, por exemplo, é uma mulher muito bonita e capaz de manipular determinados elementos para produzir o efeito maravilhoso.
Neste contexto  ideia de fada se aproxima do conceito de feiticira do tipo Circe que aparece na Odisseia ou de Medeia da peça de Eurípides que tem o mesmo nome. Foi muito provavelmente na Idade Media, que a fada ganhou o esteriótipo  por que ficou conhecida na literatura infantil.
Em muitas das mitologias europeias de origem não latinas germânica, o conceito de fada é extremamente diferente de tudo o que vimos até aqui. Nesta mitologia, as fadas são seres diminutos enão possuem longos vestidos, chapéus cônicos e varinha de condão. São seres alados semelhantes ás ninfas do mito grego, não protgem pessoas, mas certos lugares da Natureza.São elas que usando usando minúsculos baldes de tinta pintam as flores na primavera. As fadas vivem num reino à parte a no qual existe uma rainha a quem elas devem obedecer.
Neste ponto de vista as fadas estão no mesmo grupo dos gnomos, duendes, elfos, anões que compõem o chamado povo pequeno e que fazem parte do denominado espíritos da Natureza.
Em o livro dos Espíritos (Parte II, Cap.IX) Allan Kardec, na pergunta 536, traz uma referência interessante sobre os Espíritos da Natureza. É com esta citação que fechamos este artigo:
" A Mitologia dos antigos se fundava, inteiramente em ideias espíritas com a única diferença que consideravam os espíritos como divindades. Representavam esses deuses ou espíritos como divindades com atribuições especiais. Assim, uns eram encarregados dos ventos, outros do raio, outros de presidir o fenômeno da vegetação etc. Semelhante crença é totalmente destituída de fundamento."

A DIMENSÃO ESPIRITUAL DA CURA.





... Kardec nas obras básicas de codificação espírita nos instrui sobre a Lei de Causa e Efeito, que diz que todo efeito tem uma causa anterior, que pode ter ocorrido nesta existência ou em existências pregressas. Portanto, somos responsáveis pelos pensamentos, palavras e atos. De acordo  com essa lei, nossas escolhas boas ou más trazem consequências para esta ou para vidas futuras. Logo, todas as experiências vividas ficam gravadas no perispírito e podem levar ao surgimento de doenças, uma vez que o perispírito é o molde do corpo físico.
A Medicina tradicional não considera que a origem das doenças não está nos vícios da mente: sentimentos negativos de orgulho, crueldade, vaidade, ódio, rancor entre outros. Esses vícios muitas vezes predominam porque fazemos escolhas mal feitas dando origem assim a moléstias conhecidas e desconhecidas. O corpo mental produz os pensamentos e o organismo físico obedece ao perispírito, que é controlado pela alma. Ela é então prioritária em qualquer definição de saúde e doença. Daí deduzimos que a qualidade de vida está diretamente ligada à dimensão espiritual do ser.
A Medicina espiritual vai além do corpo. É preciso tratar da alma vigiando os pensamentos, o comportamento e, através da reforma íntima melhorarmos as nossas escolhas. assim, a dimensão espiritual da cura é possível quando se admite a existência da alma e sua influência sobre o corpo físico.
Jesus nos ensinou que podemos nos autocurar intimamente através da evolução dos nossos sentimentos, palavras e atos. A cura, a saúde ou a doença vão depender do esforço de cada um na seara evolutiva.
A Medicina do futuro deverá, portanto, considerar o doente como um todo psicossomático corpo e alma, se quise realmente investir-se na arte de curar.
( Parte da palestra da Dra.Marlene Nobre no CEIR- publicada no Jornal Correio Espírita, agosto de 2013)

SABEDORIA E CONHECIMENTO

quarta-feira, 11 de setembro de 2013

princípio inteligente e suas expansões-

Tudo está em evolução? Todos os reinos da natureza evoluem? Como ocorre a evolução espiritual dos seres? E a Evolução humana, como ocorre?



Acredito que o texto abaixo busca responder algumas dessas dúvias ou curiosidades tão inerentes aos seres humanos.O texto foi publicado no Jornal CORREIO ESPÍRITA, agosto de 2013.


Autor: Dr. Jorge Andrea- Psiquiatra e cientista e espírita.

A vida planetária vai nos impulsionando e mostrando uma ordem bem elaborada que corresponde a uma finalidade que, nos dias atuais, apesar das técnicas existentes, nos escapa  inteiramente a uma adequada explicação.
A partir do reino mineral até o hominal, é de tal complexidade os ordenados aspectos morfológicos, que não podemos deixar de atribuir tais manifestações como consequências deleis responsáveis por tais eventos.
São expressivas no reino mineral as forças de atração e coesão das moléculas, a organizarem os diversos e bem ordenados sistemas cristalográficos, traduzindo orientação e equilíbrio na formação desse reino.
No reino vegetal as manifestações se mostra mais avançadas, onde a fotossíntese representa expresiva aquisiçãõ. Nesse reino a molécula orgânica afirma-se já propiciando elementos contrutivos da escola evolutiva dos seres.
No reino animal as elaborações são bastante complexas. Além dos impulsos que lhe são próprios, consigo carrega as heranças  dos reinos menores do que o seu. Na fase animal, com as condições do próprio sustento relacionando ao meio onde militam, existem as novas condições equacionadas nos equilibradores orgânicos.
Nesse reino podemos registrar que os campos organizadores (princípio inteligente), pertencentes a uma "massa diretora" ( alma grupo) própria a cada espécie, nos animais de constituição mais complexa haveria uma dispersão da "massa-energética", a fim de que "as sementes" de su conteúdo ( individualidades espirituais em formação) fossem ocupando as organizações físicas; isto é, cada ser com o seu próprio princípio inteligente. Esta condição poderá ser observada a partir dos répteis, por já terem organização física mais avançada e já possuidores, na massa cerebral, de uma glândula específica (glândula pineal), embora em fase inicial com o nome de olho pineal.
Disse-nos André Luiz ( Espírito) que nesses animais podemos considerar o início do processo de individualização espiritual (princípio inteligente em elaboração), isto é, já existiria o princípio inteligente independente  comandar o processamento da vida física, com mais expressividade pelo auxílio do olho pineal.
O Homem é recente no planeta (1milhão e 600 mil anos). O homem autóctone, aquele que foi resultado do aperfeiçoamento dos primatas, deveria ter passado um bom tempo até alcançar o chamado período paleonlítico ou da pedra lascada, cuja a máxima aquisição foi o fogo. sua palavra ainda era rudimentar, cujo pensamento foi se transformando, lentamente, do fragmentário da fase animal ao contínuo do reino hominal,  onde múltiplos fatores se encontram coligados.
No período neolítico ou da pedra polida, cujas acentuações vocais, auxiliadas, possivelmente,pela música já formava palavras, embora reduzidas e muito pobres. essas novas condições d comunicação propiciavam a formação de grupos humanos, cada vez mais acentuados, contribuindo na criação.embora lenta da agricultura e consequente fixação no solo.
Com séculos e séculos, aparecem as línguas chamadas analíticas, cujas palavras definem ideias, como também, os ideogramas que alcançaram posições interessantes na civilização egípcia, chinesa e no Japão antigo.
Pela imposição evolutiva o ser humano vai avançando, sempre adquirindo novas funções psicológicas, em que podemos salientar os fatores que definem o processo analítico e o sintético, as e mostrarem, amiúde, no quotidiano humano da caixa cerebral.

 É verdade que o setor cerebral não é o criador dos fenômenos,mas a zona que expressa, a seu modo e possibilidade, as funções mais específicas da zona perispiritual,  que por sua vez, é tradutora e divulgadora das energias espirituais de profundidade. Assim, pela nossa cerebração,, podemos compreender uma vasta fenomenologia percebidas pelos processos analíticos, além de outros tantos mais avançados pelos mecanismos sintéticos-intuitivos e, o que é mais interessante, o conhecimento e estudo que hoje possuímos sobre a fenomenologia paranormal.
A evolução da ciência nos possibilitou compreendermos as condições de análise e síntese que o nosso cérebro expressa. Os fenômenos analíticos estariam nas manipulações psicológicas, a expensas do hemisfério cerebral esquerdo, cabendo aodireito as expressões de conjunto e totalidade, tal como acontece com a intuição com a intuição m seus diversos estados criativos.Também será fácil de compreender que os mecanismos ligados,ora na análise, ora na síntese,encontram-se imbricados. Fica difícil demarcá-los, entretanto, quando existe predominância de uma dessas vertentes, a possibilidade de avaliação será de mais fácil compreensão.
Seria no caminho do trabalho idalista, sempre acompanhado dos valores de uma ética sadia e envolvida cada vez mais no amor, que compreenderemos com mais  expressividade a causa evolutiva, suas reais razões eprincipalmente nossa posição no cenário douniverso. 

MÁGOA PELAS PESSOAS QUE NOS OFENDEM- DALAI LAMA.

PAZ E LUZ.
Vamos fazer um pequeno exercício de imaginação. Suponhamos que alguém nos ofende verbalmente. Se sentimos raiva por causa da mágoa que isso nos causa, será que o foco do nosso sentimento não deveria estar nas palavras ofensiva, uma vez que são elas que de fato causaram a mágoa? No entanto, ficamos zangados com a pessoa que as disse. A justificativa seria que a pessoa que diz as palavras são moralmente responsáveis por elas, o que não deixa de ser verdade. Ao mesmo tempo, se for o caso de ter raiva do que de fato causou a raiva, as palavras que são a causa mais imediata de nossa reação. Melhor ainda, ser´´a que não deveríamos direcionar a nossa raiva para aquilo que fez com que a pessoa nos ofendesse, ou seja, suas aflições aflitivas? Porque, se a pessoa estivesse calma e em paz, talvez não agisse daquela maneira. Contudo, desses três fatores- as palavras que magoam, a pessoa que as diz e os impulsos negativos que motivam a pessoa-, é para a pessoa que diriimos nossa raiva. Há uma certa incoerência nisso.
Se alegarmos que a verdadeira causa da nossa raiva é a natureza da pessoa que nos ofende, ainda assim não seria razoável ter raiva dela. Pois se a sua natureza fundamental é ser hostil a nós, ela seria incapaz de agir de outra maneira. Neste caso ter raiva dela não faria sentido. Se nos queimarmos, não faz sentidos ficarmos sentidos zangados como fogo. É da natureza do fogo a natureza de queimar. Para lembrarmos que o conceito de hostilidade inerente e de mal inerente é falso, cabe observar que, em outras circunstâncias, a mesma pessoa que está nos magoando poderia mostrar-se um bom amigo. É comum ouvir falar de soldados que lutam em lados opostos durante os conflitos e depois se tornam amigos em tempos de paz.E certamente já passamos pela experiência de encontrarmos alguém que não apreciávamos muito no passado e que acabamos descobrindo ser na verdade bem agradável.
É claro que não podemos pensar desta manira em todas as situações. Quando somos fisicamente ameaçados , é melhor não perder tempo com tais ideias e sair correndo! Mas é de grande ajuda que nos familiarizemos com os vários aspectos e benefícios da paciência. Permite-nos enfrentar os desafios pela adversidades de uma forma construtiva.
In. Uma Ètica para o Terceiro Milênio- sabedoria Milenar para o dia de hoje- Sextante. p. 85/86