quarta-feira, 15 de dezembro de 2010

Parábola do bom Samaritano :quem é o próximo?

 Naquele dia que o Caminheiro andava pela Galiléia e perguntado sobre o que devemos fazer para alcançarmos o reino dos Céus, Jesus respondeu" Ame a Deus sobre todas as coisas e ao próximo como a ti mesmo." Mas, ainda lhe perguntaram, " Quem  é o meu próximo?" E o Mestre, calmamente contou esta história:


   Um homem ia descendo de Jerusalém para Jericó, e caiu nas mãos de assaltantes, que lhe arrancaram tudo, e o espancaram. depois foram embora, e o deixaram quase morto. Por acaso um sacerdote estava descendo por aquele camino; quando viu o homem, passou adiante pelo outro lado. O mesmo aconteceu com um levita: chegou ao lugar, viu epassou adiante pelo outro lado. Mas um samaritano, que estava viajando, chegou perto dele, viu, e teve compaixão. Aproximou-se dele e fez curativos, derramando óleo e vinho nas feridas. Depois colocou o homem em seu proprio animal, e o levou a uma pensão, onde cuidou dele. No dia seguinte, pegou duas moedas de prata e as entregou ao dono da pensão, recomendando: "Tome conta dele. Quando eu voltar, vou pagar o que ele tiver gasto  amais." E Jesus perguntou:
  _ na sua opinião, qual dos três foi o próximo do homem que caiu nas mãos do homem nas mãos dos assaltantes?
 _ Aquele que praticou a misericórdia com ele"
  Então Jesus lhe disse;" Vá e faça a mesma coisa!".
   
               Nesta parábola contada pelo Mestre ,entendemos que não é muito importante quem seja nosso próximo para que o amemos como a nós mesmos; o mais importante é que NÒS sejamos o próximo dos outros, praticando para com nossos irmãos a misericórdia e o amor incondicional. Sempre há alguém roubado, espoliado, necessitado perto de nós esperando por nossa ajuda e devemos agir como o Samaritano, que se desvoiu do caminho para ajudar aquele desconhecido que estava caído ao chão. Todos os dias encontramos pessoas " caídas" pela dor, pelo abandono, necessidade, doenças, desilusões... muitas são as oportunidades para a prática do amor incondicional. Devemos lembrar que os Bons Espíritos nos orientam que uma ação caridosa , uma ação realizada pelo Bem repercute por toda a eternidade e jamais será esquecida por quem a recebeu nem por Deus.Todo o bem que se faça neste planeta sempre estará registrado em favor de quem o pratica.
   Devemos considerar, ainda que, o homem que ajuda o assaltado é UM SAMARITANO e sabemos que os samaritanos era um povo  vítima de grande preconceito de raça e que sofriam discriminação social, sendo que até mesmo para adorar a Deus, os samaritanos deviam fazê-lo em Templo separado dos judeus; pois este homem, que podia carregar a mágoa e ódio, por ser discriminado e vítima de preconceitos, provavelmente insultado e desdenhado, foi o que demonstrou ter mais amor no coração a ponto de auxiliar quem dele precisava. Salve Deus.

terça-feira, 14 de dezembro de 2010

Parábola do cachorro- vale a pena ler e contar!

        Jesus e alguns discípulos andavam pelos caminhos da Galiléia quando um cheiro horrível impregnou o ar. Os discípulos logo tamparam o nariz e reclamaram do mau cheiro, que lhe incomodava demasiadamente. Jesus, impassível, caminhava á frente tranquilamente, c0mo se nada sentisse.
       Um discípulo vendo que o Mestre se encaminhava pem direção ao odor desagradável, chamou-o:
  _ Mestre Jesus, tampe o nariz... está um cheiro horrivel, não sentes?
 Jesus continuou a caminhar á frente do grupo, como se nada tivesse ouvindo ou sentindo.
      Quanto mais andavam pior e mais forte era o mau cheiro, quase insuportável, causando nauseas a todos; mas, Jesus continuava a caminhar altaneiro sem demonstrar qualquer alteração.
Mais alguns metros e perceberam que havia um cachorro morto à beira da estrada já em estado adiantado de putrefação, motivo e fonte de tão horrível cheiro. Os discípulos correram ao largo para passarem longe de tão horrivel visão. E mais uma vez o discípulo tentou alertar o Mestre:
_ Mestre Jesus, se afaste, venha para este lado; tem um animal morto á sua frente!
    Mas, Jesus, a passos firmes caminhou na direção do pobre animal.
    Os discípulos, horrorizados viram quando Jesus, calmanente, se aproximou do bicho e passou a observá-lo com grande atenção. De longe os discípulos, de narizes cobertos olhavam o mestre sem entender.
 De repente, Jesus, disse:
_ Que belo animal! Que pelo lindo tem este animal. Quando vivo devia ter o pelo liso e brilhante. verdadeiramente é uma animal com um beo pelo!
 Após breve pausa, continuou:
_ Que belos dentes tem este animal. Embora esteja morto há dias, ainda tem os dentes brancos e fortes. Quando vivo, este animal tinha uma linda dentadura...
E mais ainda:
_ Que lindos olhos tem este cachorro... apesar de sem vida, os olhos brilham fulgurantes... quando vivo este animal tinha lindos e brilhan tes olhos.
 Os discípulos, um a um , vencendo o nojo e vencidos pela curiosidade se aproximaram e olharam o animal, percebendo que as observações do Mestre eram verdadeiras.
 Jesus, tão logo teve todos os discípulos perto de si, falou:
 _ Em verdade em verdade vos digo, ainda que  o ser aparente nada tem de bom,  ainda que pareça totalmente corrompido, sempre há alguma beleza que podemos encontrar se tivermos a humildade de procurar!

Dependência afetiva : palavras de Ashya

 todos nós somos afetivamente dependentes de uma ou mais pessoas. O Homem não parece bastar-se a si mesmo, mesmo tendo dentro de si um mundo múltiplo e acabado; uma vida interna intensa de pensamento e emoções e a possibilidade constante de consigo mesmo dialogar. estamos sempre vivendo pelo e para os outros. Se compramos algo ou conquistamos algo, sempre queremos que o outro saiba e testemunhe; se estamos longe de nossos amores, nos sentimos solitários e deprimidos. isto não é todo mau, pois o homem so crsce< em todos os sentidos, no contato com seus iguais.
  Porém, como todo o excesso é prejudicial, a exagerada depend~encia afetiva também é: nos torna inseguros e imaturos emocionalmente, sempre necessitando de uma mão a nos amparar. Não devemos fazer da afeição uma via de mão única: o afeto para ser bom e produtivo, deve ser dado e recebido.
 No Livro " Vigiai e Orai" Do Irmão José, na psicografia de Carlos A. Bocelli, encontramos maravilhosa página sob o título acima e que transcrevo abaixo:




    Somos todos interdependentes, mas ninguém deve depender excessivamente de alguém.
    Nem material nem psicologicamente.
   Que a tua vida não se arrase por uma frustação sofrida.
   Não te permitas iludir pelos que não te respeitam os sentimentos.
   Infelizmente, muitos que te falam de amor no passado estão apenas pensando em sexo no presente.
   Compromisso sério não se alicerça na mentira.
  Não te entregues afetivamente a quem esteja compromissado com outrem.
  Os espíritos Superiores não se prestam a revelações levianas e nem são instrumentos para o mal.

Linda prece espírita- Leon Denis

Meus irmãos, esta prece foi extraída do Livro Síntese Doutrinária e prática do Espiritismo, de Leon Denis, s/d; refresque seu espírito com esta leitura!


Príncipe eterno de luz e de vida, Deus Criador, pai Universal, elevamos para ti nossos pensamentos submissos e recolhidos.
Dá-nos os meios de fazer penetrar no fundo das almas o sentimento da grandeza, da beleza, do poder dessa revelação que tu dispensas pela voz de teus bons Espíritos. a fim de nutrir as intelig~encias e os corações, utilizar-se dos preceitos para melhoria e progresso de todos.
 Glória a essas grandes almas que passaram pela terra, difundindo a luz da verdade! Glória aos nobres mártires de todos os tempos! Que seus exemplos heróicos nos inflamem para o bem e nos ensinem a imitá-los!
   E vós, enfim, nossos guias bem amados, mais próximos de nós, nossos protetores do espaço. vinde ao nosso apelo e continuai nossos passos nas sendas do conhecimento.

sexta-feira, 26 de novembro de 2010

LINDA MENSAGEM DE NEIVA CHAVES ZELAYA

Neiva Chaves Zelaya, Medium e Clarividente" deixou lindos ensinamentos. Trouxe dos planos Espirituais a Ordem Espiritualista denominada " Vale do Amanhecer", que trabalha com a manipulação de energias. Entrees seus escritos, nos deixou esta linda mensagem que deveria chegar a todos os povos do planeta
  
       
       O Amor
Qusando amamos com ternura
temos o ente amado em tudo que encontramos
porque o amor nos dá luz, nos dá calor
Sinta se impregnar em ti o amor incondicional
e verás que todos aão seus irmãos...
O amor se reproduz dentro de nós
e nos produz uma Vida na Vida
junto à Vida que já temos
O amor é a verdadeira sintonia em Deus!


O que você espera da vida? O que espera a Vida de você? Palavras de Ashya

...
   


    E claro que quando perguntamos á cratura o que ela espera da vida, ouvimos as mais variadas respeosatas. Muitos querem ser famosos , outros importantes, ganhar dinheiro. Ser este ou aquele profissioal, constituir família,
 Na verdade, em qualquer momento, lugar ou pessoa que fazemos esta pergunta temos um a infinidade de resposatas quase sempre ligadas à conquistas meterias ou pessoais que cada um almeja. Me lembro que esta pergunta nos foi feita em uma tarde de uma no muito distante, durante uma aula de Portugûes, pelo professor Xavier. O professor xavier é mais do que um  professor, é um Educador no mais amplo sentido da palavra e tenho certeza que esta minha mania de pensar, questionar e registrar foi iniciada por ele, pois parava a aula, quando necessitávamos de uma boa conversa sobsre a vida ou sobre aqueles problemas tão comuns na adolescência. Sua atitude me fazia vê-lo não como um professor igual os outros que lecionavam para nós naqueles anos; mas, via-o como um misto de mãe e mestra, num corpo de pai e mestre. Naquela tarde, no meio da leitura de um texto nos lançou a pergunta e recebeu as mais variadas respostas. Num primeiro momento fiquei paralisada e não sabia o que querer da vida, pois com 14 anos muito pouco se quer de real. talvez um sapato novo, a roupa da moda, reatar com meu namoradinho.... Mas, ao ver que TODAS respondiam ser ricas, médicas, advogadas, casar com um homem rico, serem famosas, arrisquei o meu palpite: quero me formar., morar numa casa bonita e confortável, ter um marido maravilhoso e filhos saudáveis, ser bontita e elegante, conviver com a sociedade para aparecer no jornal nas colunas sociais! Naquela aula, notei alguma coisa muito diferente no rosto de Xavier. Achei que ele estava rindo de nós, alunas de um colégio público , a maioria muito pobre. Mas, ele nada comentou, nada consertou, nada corrigiu. Apenas nos olhou e disse que, um dia, mais tarde, quando tivéssemos a sua idade, nos lembraríamos de sua pergunta e não acharíamos tão engraçado e fácil responder.
Hoje, já tendo a idade que Xavier tinha à época, não sei porque esta pergunta voltou quando acessei o Blog para postar... será que esta é a hora de novamente respondê-la? Acho que o "meu quarido professor" sabia muitas coisas que somente hoje percebeo: o que queremos da vida são tantas coisas que respondemos aos borbutões, quase sem pensar, respondemos coisas que depois não terão qualquer importãncia efetiva, queremos da vida coisas impossíveis, improváveis, inexistentes. Se esta pergunta me fosse feita hoje, eu responderia que queria somente condições de viver plenamente, saboreando os momentos. guardando lembranças cálidas que me ajudem a suportar as saudades doídas como a que sinto neste momento; saudades daquela tarde distante, daquele professor querido, de tantos sonhos.... saudades de mim... Querer da Vida é fácil. porém a vida só nos dá, não o qeu pedimos, mas o que construímos, o que batalhamos. Pedi e recebi. Muitas coisas agradeço, outras tronaram-se um peso.
 E então faço renascer dentro de mim o "meu professor" com quem tanto aprendi:"  O que a vida espera de você? esta pergunta jamais me foi feita e ainda não saberei respondê-la. Talvez por isto Xavier jamais nos tenha perguntado: O que a Vida quer de vocês? Pois não teríamos condições para responder: é preciso ter maturidade e conhecimento da própria Vida para resolver o problema. Você sabe? tem certeza? saberemos um dia? Não tenho Xavier para me dar indicações com seu olhar, com seus gestos. Acho que terei de voltar a ser menina, aluna, aprendiz para um dia, um dia bem mais tarde eu possa responder corretamente esta questão. Hoje, espero sinceramente duas coisas: que com minhas ações esteja fazendo o que a vida espera de mim. Espero, de todo o meu coração que Xavier esteja bem, em algum lugar!

quarta-feira, 10 de novembro de 2010

~hoje é um dia diferente: palavras de Ashya

Hoje é um dia diferente e jamais viveremos outro dia igual a este, ainda que tentemos ou ainda que esforcemos, este dia jamais retornará. Todas as alegrias que tivemos e todas as tristezas que passamos ficou lá atrás, no contar das horas: não retornarão! Por isto, Jesus. em sua sabedoria ensinou que a cada dia basta a sua preocupação. por isto devemos viver um dia de cada vez, da melhor maneira possível pois esta é a única forma de viver seja qual for o dia vivido, pois somente esta postura é que deixará marcas que podem não passar, deixando suas consequências.
Hoje, se fui feliz posso guardar para sempre este momento feliz e relembrá-lo, se fui infeliz, posso não tentar esquec~e-lo, pois isto é muito difícil no estágio evolutivo que estamos, mas, podemos não dar tanta importância à infelicidade. Este dia é um dia diferente pelo simples motivo que ele é único: jamais se repetirá.
Louvado seja o Nosso Senhor Jesus Cristo!



Parábola do cavalo: exercicio para o espírito


Um dia o capataz de uma fazenda procurava seu dono deseperadamente. Um de seus melhores cavalos havia caido num  enorme buraco enão conseguia sair.
Ao saber, o fazendeiro foi logo ao seu encontro e constatou que seria muito difícil resgatá-lo de lá, pois o buraco era muito fundo.
Apesar do sério acidente, o animal não estava machucado e isto tornou a decisão do dono ainda mais difícil.
vendo que não valia a pena investir em socorro pelo alto custo do resgate, detreminou ao capataz que o sacrificasse jogando terra no buraco até enterrá-lo, ali mesmo.
 Seguindo as ordens, os empregados começaram a jogar terra em cima do cavalo, mas à medida que a terra caía em seu dorso, ele a sacudia  e ela ia se acumulando no fundo, tanto que foi possibilitando a sua subida.
 Os empregados ficaram impressionados, pois o cavalo não se deixava enterrar, e sim subia á medida que a terra enchia o buraco, até que, apesar de exausto, num salto, conseguiu sair!

 è uma linda lição para seguirmos em nosso dia a dia, não deixando que os problemas e as adversidades nos enterrem, nos vencendo!

Anjos

sexta-feira, 5 de novembro de 2010

Palavras de Ramatis


"Somos todos iguais e imperfeitos.
este mundo injusto foi construído por nós. Devemos construir agora um mundo melhor para o futuro.
Planem seus espíritos na fé em nosso Pai Maior. Só Ele é Justiça, Conhecimento e Verdade; só nele seremos felizes. Que a paz do Senhor se faça presente em todos os momentos desta passagem terrestre."Ramatis

quinta-feira, 4 de novembro de 2010

Palavras de luz





Calcula: se um em vinte ou em cem extraísse uma vantagem espiritual terias contribuído para cumprir uma ação que tem eternas repercussões) Maria de Nazaré, 23/12/92)

A difusão das mensagens é obra de caridade, de apostolado, pois o conhecimento delas em muitas pessoas dá frutos inesperados de Bem... ( maria de Nazaré, 23/12/92)

Só as preces dos Homens acendem esta minha espada que se torna forte, e consigo derrotar o mal que existe no mundo inteiro. Eis porque a Virgem Maria, a nossa Rainha insiste em: rezar! rezar! rezar!( ArcanjoMiguel)

Muitos podem desacreditar e questionar a veracidade das citações acima. Mas, o que é mais fácil desacreditar palavras de Bem ou aceitar palavras que disseminam o Mal. Nos tempos que vivemos há uma ânsia insaciável pelo mal; sites e blogs que tratam de assuntos maléficos, pornográficos, imorais têm milhares de acessos, enquanto os que tentam difundir a parte bela do ser humano, a bondade de Deus e a amor do Mestre Jesus e de outros mestres igualmente divinos são visitados por raros e inconstantes pessoas. Porquê? Estará o mal prevalecendo sobre o Bem. Não, não se trata disto. A questão é muito mais séria e profunda. Há uma generalização pelos questionamentos vãos, daqueles que nada produzem, para nada servem. O que importa quem falou ou disse isto ou aquilo, se a mensagem é de luz? O que importa quem fala ou diz falar que transmite o bem e a Verdade?
  Devemos cuidar de saber quem alimenta o mal. saber o nome para evitar o conhecimento, para nos afastarmos a fim de evitar contágio. Poré, se as palavras são de luz e transmitem o Bem e a Verdade, pouco importa quem as diz... mas importa escutá-las.

domingo, 31 de outubro de 2010

Política e Politicagem: Palavras de Aysha

 










                                            
             Muitos dizem que não querem se envolver com Política, considerando-a uma coisa" suja e nojenta" diante dos inúmeros e lamentáveis envolvimento dos políticos com o crime e a corrupção; porém esta não é uma justificativa plausível, uma vez que já se disse " cada povo tem o governo que merece".
Hoje, dia de elição de Presidente, não é possível escapar desta reflexão: O que é Política, o que EU posso fazer para que a Política seja realmente um bem do povo para o Povo?Este assunto, que parece insignificante á primeira vista, mostra-se de suma importãncia, tendo sido motivo de exautivos estudos dos Filósofos gregos!
A religiosidade não deve Jamais se envolver em questões de Estado para que não haja um retorno à Idade Média, a Idade de sangue da humanidade, época de assassinato de inocentes, humildes e crentes. Jesus, em sua imensa sabedoria, nos disse" Dai a César o que é de César e a Deus o que é de Deus". Nós, que nos dizemos filhos de Deus e servos do Mestre Jesus devemos seguir seus ensinamentos em todos os atos da nossa vida e muitos afirmam que Ele nada disse sobre Política. Porém, Jesus viveu numa época em que TUDO ERA POLÌTICA, a Política de Roma que regia e controlava o estado, causando, com suas leis o eztermínio de povos eculturas. Jesus não se pronunciou diretamente sobre o assunto; porém, com suas atidudes, Ele nos demonstra a atitude que devemos ter sobre o assunto. Jesus jamais se omitiu em seu juízo de valores, jamais compactuou, jamaisse omitiu em suas opiniões, por isto, foi classificado pela Política Romana como agitador, porém, sua agitação bania o ódio e tudo fazia pela Justia e pelo Amor.
 A bendita Doutrina que sigo não aceita o envolvimento de nós, seus membros com a política partidária, por causa da grande energia negativa manipulada neste setor político: conchavos. acordos expúrios, traições...Porém, a Política é muito mais do que a prática partidária, da qual é só uma faceta. Não é possívekl viver neste mundo, onde a Política é a condutora de TODAS AS AÇÔES HUMANAS, desde o pagamento justo ou injusto de impostos ( Dai a César o que é de César) como na aceitação de todas as formas de Louvor a Deus e ao exercício de qualquer crença religiosa ( e a Deus o que é de Deus). por isto não é possível se eximir, estamos envolvidos em Política, comemos e respiramos Política, durmimos e acordamos pela Política. O que nos resta fazer?
    A única coisa que nos resta a fazer é ouvir nossa consciência, nosso Sol interior pedindo as convicções que temos dentro de nós para decidirmos em todos os momentos de nossa vida escolhendo o que consideramos o melhor, isto é o livre arbítrio, sempre pedindo a orientação dos Seres Superiores que, sem interferir em nossa decisão podem ajudar em nossas reflexões, solidificando nossa capacidade de raciocíno e compreensão. devemos, em todo o caso saber que, por nossa lvre capacidade de escolha, o uso do lívre arbítrio estaremos fadados, qualquer que seja a nossa decisão, ainda que não queremos votar e deixemos o voto nulo ou em branco na urna, estamos fadados a responder por esta escolha, no plano físico, com o resultado que nossa ato tenha contribuído e espiritualmente, com a dívida que por irresponsabilidade tvenhamos a contrair neste dia. Boa eleição! 

Política e Politicagem-Rui Barbosa

A Política afina o espírito humano, educa os povos no conhecimento de si mesmos, desnvolve nos indivíduos a atividade, a coragem, a nobreza a previsão, a energia, apura, eleva o merecimento.
Não é esse jogo da intiga, da inveja e da incapacidade, a que entre nós se deu a alcunha de politicagem. Esta palavra não traduz ainda todo o desprezo do objeto significado. Não há dúvida que rima bem com ladroagem. Mas não tem o mesmo vigor de expressão que os seus consoantes. Quem lhe dará com o batismo adequado? Politiquice? Politicaria?Politicalhia?. Neste último, sim o sufixo pejorativo queima como um ferrete. e desperta ao ouvido uma consonância elucidativa.

   Política e Politicalha não se confundem, não se parecem, não se relacionam uma com a outra. Antes, se negam,se excluem, se repulsam mutuamente. A Política é a arte de gerir o Estado.segundo pricípios definidos, regras morais, leis escritas ou tradições respeitáveis.  A politicalha é a indústria de ezplorar o benefício de interesses pessoais.

segunda-feira, 25 de outubro de 2010

Mais uma de Chico Xavier( do Livro " Memórias de um repórter-Fernando Pinto)

Para as pessoas não identificadas com o espiritismo que tiveram a oportunidade de perticipar pela primeira vez de uma sessão mediúnica presidida por Chico Xavier na Comunhão espírita cristã, em Uberaba, ao término dos trabalhos não conseguiram esconder a sua estupetação pelo que haviam testemunhado durante aquelas três ou quatro horas que passavam voando, principalmente pelas consultas ao vivo que médium ministrava a pessoas angustiadas, aliviando-as ao pousar de leve a mão sobre suas cabeças à guisa de bênçãos e consolando-as com sua voz mansa.
  _ Vim do Rio para me consultar com o Senhor. Ando tão deprimida que sou capaz de me matar. Mestre, digam por favor, o que devo fazer?
A moça esperara uma hora na fila para confessar sua desgraça em voz alta a Chico Xavier, que a ouvia com aquele sorriso tímido, parecendo ter receio de dar uma resposta errada, os lábios mexendo-se sutilmente na certa porque ele formulava uma prece em socorro daquela irmã que estava ali à sua frente, quase de joelhos. Pobremente vestido( como sempre), a aparência de Chico constratava com as jóias e as roupas ricas da desconhecida, como se ambos fossem de mundos diferentes. Aí sua voz cortou o silêncio, quase num sussurro, mas com uma profundidade tão grande que dava perfeitamente para se ouvir nos quatro cantos daquele templo de espiritualidade:
  _ Não faça isso, minha filha. Volte para casa pelo caminho de Deus!
  Ao beijar a mão de Chico, a jovem sorriu confiante como se naquele instante tivesse encontrado numa consulta de apenas um minuto a solução definitiva para o seu caso.



  

E se todos fizéssemos um pacto?

Amanhã será  novo dia, um novo abençoado mais difícil dia. Tudo é muito difícil neste plano, neste planeta. Até as horas mais felizes trazem na alegria um gosto de dor, de amargura. Todos os dias temos mil aborrecimento, dúvidas, traições, somos vulneráveis às opiniões e aos acertos. temos tantas necessidades não saciadas e tantos sonhos não realizados.... e se nós fizéssemos um pacto?
Um pacto de dar ao ser mais próximo o melhor dia que nos fosse possível dar ao outro, porém sem gastar nada, sem utilizar qualquer valor, só transmitindo amor e afeição. E se só por um dia pudéssemos abraçar os estranhos, beijar os amigos, apertar as mãos dos estranhos? E se só por um dia apenas cantássemos canções, sem dizer palavra alguma, a não ser as de gratidão? Se fizessemos todos os que encontramos felizes, ríssemos sem qualquer motivo, nos sujássemos de doce e chocolate, afagássemos os velhos e as crianças, não fizéssemos nenhuma compra, anda´ssemos a pé, acreditássemos na vida...
Se apenas por hoje fizéssemos um pacto...

A fé: palavras de Ashya

A fé não se explica, a fé é sentida pela batida do coração, pelos movimentos da alma. Pel intuição do espírito, por muma sensação de arfar da respiração.
Pela fé chega-se a Deus, caminhando sobre espinhos sem perceber, evoluindo contantemente, toca-se o manto de Jesus...
A fé e´o farol que brilha e nos guia, na escuridão da vida.
È o vinho que embriaga; sol que aquece, brisa que afaga.
Somente a fé conduz aos limites do impossível
Somente a fé garante que tudo pode ter significado                   
Somente a fé explica que a vida não é a morte
e que há vida além da vida.
Não é possível ensinar alguém a ter fé a acreditar ou não em si mesmo quanto mais em um Ser, uma Força , um Poder que não podemos ver, somente sentir. E somente sente quem tem fé. Para os que crêem tudo é possível e certeiro, mas, para quem duvida nada faz sentido. para quem crer não é necessário nehuma evidência; para quem não crê, nem milhares de provas são suficientes.
Pporém crer ou não, não faz diferença, porque este Ser Superior, esta Força máxima e absoluta, não se importa com isto; Ele continuará existindo, quer você queira ou não; e todos as suas dádivas: o sol, a chuva, o dia e a noite, o som e o silêncio, tudo, tudo continuará a beneficira o descrente da mesma form que beneficia o crente. O que importa é que todos vivam dentro das leis universais, porque estarão, querendo ou não cumprindo as leis deste Ser que rege este universo, seja ele quem for... 

quinta-feira, 21 de outubro de 2010

A CÓLERA

O Livro " O Evangelho Segundo o Espiritismo" nos traz grandes ensinamentos que, independente de qualquer credo ou religião devem ser observados, pois são lições não para termos uma tranquilidade no " mundo dos espíritos", mas, nos serve para que vivamos melhor nesta vida; um destes ensinamentos , de grande importãncia, é o que nos fala da Cólera, que nos foi passado por um Espírito Protetor em 1863:

" Levados pelo orgulho, vos julgueis mais do que sois a ponto de não suportardes uma comparação que possa vos rebaixar e vos considerais tão acima de vossos irmãos, seja como Espírito, seja em posição social, ou em superioridade pessoal, que o menor peralelo o irrita e vos fere. E o que acontece então? Ficais encolerizados.
  Procurai a origem desses acessos de demência passageira  que vos igualam aos brutos e vos fazem perder a razão e o sangue frio. Procuarai o por quê disso e encontrareis quase sempre por base o orgulho ferido. Não é o orgulho ferido por uma opinião contrária, que vos faz rejeitar as observações justas, que vos faz repelir com cólera os mais sábios conselhos? A própria impaciência, decorrente das contrariedades freguentemente fúteis. prende-se à importância que cada um atribui à sua própria personalidade, diante da qual acreditai tudo deve se curvar.
  Na sua impaciência, o homem colérico se volta contra tudo: desde a natureza bruta, até aos objetos, que acaba por destruir, por não lhe obedecerem. Se nesse momento ee pudesse ver-se a sangue frio, teria medo de si prórpio, ou se acharia ridículo. Que julgue por aí a  impressão que deve causar aos outros. Ainda que seja por respeito a si mesmo, cumpre-lhe esforçar-se para vencer uma tendência que faz dele objeto de piedade.
 Se soubesse que a impaciência e a exaltação não resovem nada, que alteram a sua saúide e até mesmo comprometem a sua vida, veria que ele próprio é a sua primeira vítima. Além disso, uma outra consideração poderia detê-lo: o pensamento que torna infelizes todos aqueles que o rodeiam. Se tem coração, não sentirá remorso em fazer sofrer os seres que mais ama? E que desgosto mortal se, num acesso de raiva cometer um ato do qual tiver que se arrepender por toda a sua vida!
  Em resumo, o homem que tem temperamento colérico, não deixa de ter certas qualidades no coração, mas pode impedi-lo de praticar muito o mal. isto basta para fazer esforços para dominá-la. O espírita, deve ainda levar em conta uma outra razão:ela é contrária à caridade e à humildade cristãs.

terça-feira, 19 de outubro de 2010

Vamos espalhar a luz de Jesus pela Internet?

Vamos fazer da internet um instrumento que proclame o bem por toda a Terra. Mensagens de amor, palavras de luz pode transformar a humanidade. Não percamos tempo: vamos espalhar esta emanação de amor para todos os seres do planeta. recomende blogs que tenham este propósito, encaminhem material a todos os que você conhece, partilhe. vamos tecer uma teia de Verdades eternas em torno do planeta... sempre é tempo para semear!

                                  

Ora ( díreis) ouvir estrelas!( Olavo Bilac)


Este é um dos mais lindos poemas de nosso país! Estou feliz por compartilhá-lo com todos os que acessarem esta página. Nós, filhos de Deus, seres que acreditam no Poder da Vida e na Grandiosidade do Universo, não só podemos ouvir estrelas, mas, também andar sobre elas! Acredite! Busque a sua estrada no céu, pise na poeira estrelar, faça-se um ser das alturas... creia, é possível!


                     
 Ora ( díreis) ouvir estrelas! Certo
Perdeste o senso!" E vos direi, no entanto,
Que, para ouvi-las, muitas vezes desperto
e abro as janelas pálido de espanto...

E conversamos toda a noite, enquanto
A Via Lactea, como um pálio aberto,
Cintila. E, ao vir do sol, saudoso e em pranto,
Inda as procuro pelo céu deserto.

Direis agora: " Tresloucado amigo!
Que conversas com ela?  Que sentido
Tem o que dizem quando estão contigo?"

E eu vos direi: "Sonhais para entendê-las!
Pois só quem sonha pode ter ouvido
Capaz de ouvir e entender estrelas".

 Desejo, ardentemente que você, meu amigo, ouça estrelas...
fale com o sol, converse com a Lua e  interprete o seu interior.
Que Deus o abençoe!

O que você ganhou hoje? palavras de Ashya




Hoje, como acontece todos os dias (suponho), você se levantou, fez sua higiene, fez a primeira refeição; neste pequeno intervalo de tempo, você deve ter tido vários pequenos aborrecimentos: acordou muito cedo ou perdeu a hora, não queria sair da cama, acordou de torcicolo, o café não estava do jeito que voc~e gosta, acabou o shampo, a àgua estava fria...
Foi para o trabalho: trânsito, aborrecimento com o chefe, com funcionários, com colegas, com clientes chatos... almoço ruim, não deu para almoçar.
Perdeu o ônibus, o pneu furou, não conseguiu comprar o que queria...
Muitos e muitos contratempos nos atrapalha o dia e, por consequência, a felicidade...
agora, é noite. A verdade aparece no escuro do quarto. A verdade do verdadeiro dia que você( nós) vivemos. Não temos que rir para ninguém, nem manter a pose de educado. Não temos que correr para não chegar atrasados, nem pedir desculpas ou nos desculparmos por nada. Apenas temos que fechar os olhos e dormir.
 Porém, nesta noite é preciso que sejam relembrados todos os acntecimentos deste dia, por mais pequenos ou insignificantes que pareçam. Devem ser lembrados os grandes e pequenos aborrecimentos, as raivas, as decepções, as angústias, os incovenientes...
 O que aprendemos com tudo que aonteceu? O que se ganhou com este dia vivido?
 Por incrível que pareça será possível perceber que ganhamos muito, muito, muito mais do que podemos perceber á primeira vista. Aquele incoveniente no trânsito que fez esperar por minutos que pareciam horas deu a capacidade de esperar. O alimento que não satisfez deu a possibilidade de perceber que muitos se alimentam deficientemente todos os dias, o cliente, o chefe ou o colega chato deu de presente a capacidade de conviver com as diferenças. A preguiça, o cansaço deu a certeza que podemos vencer limites.
 Cada dia traz uma nova lição, um novo ensinamento. Se você, se eu, se nós não entendermos esta verdade e não tivermos a capacidade de apreender essas lições cotidianas, não estamos vivendo, estamos, simplesmente levantando e acordando, dia após dia...

segunda-feira, 18 de outubro de 2010

A escolha é sua: Palavras de Ashya

Você pode escolher o rosa ou a amarelo, o dia ou a noite. pode escolher dormir cedo e acordar tarde, escolher tomar sorvete ou saborear um suco. Pode escolher ouvir um rock ou um samba canção...
Todos os dias, você faz muitas, muitas escolhas, algumas conscientes, outras não...mas, todas são escolhas...
Vocês pode escolher ser felis ou infeliz, dar alegria a outros ou causar-lhes tristeza...
pode escolher sorrir ou chorar... tudo são escolhas... tudo são escolhas...

Não esqueça o principal

 Esta historinha, que descobri em um livro" A magia das virtudes", ed. Rideel é muito agradável e, apesar de sua singeleza, nos traz um importante ensinamento: quantas vezes estamos nos focando em coisas superfluas e esquecendo o que realmente tem valor para a nossa vida, para nosso crescimento interior, para a nossa espiritualização... a vida só é difícil para quem faz dela um enigma.
 O autor é desconhecido.
                                             

  Uma mulher pobre com uma criança no colo passou diante de uma caverna e escutou uma voz misteriosa que  lá de dentro lhe dizia:
   _ Entre e apanhe tudo o que você desejar. Lembre-se, porém, do principal: depois que você sair, a porta se fechará para sempre. portanto, aproveite a oportunidade, mas lembre-se do principal...
   _ A mulher entrou na caverna e encontrou muitas riquezas. enxergando somente o ouro e as jóias, colocou a criança no chão e começou a juntar tudo o que podia  para colocar em seu avental. A voz misteriosa falou novamente:
  _ Você agora só tem oito minutos.
  Quando acabaram os oito minutos, a mulher, carregada de ouro e pedras preciosas, correu para fora da caverna e a porta se fechou...
   Lembrou-se, então do seu filho que ficou e a porta estava fechada para sempre. A riqueza durou pouco e o desespero para sempre.
   O mesmo acontece, por vezes conosco. temos uns oitenta anos para viver neste mundo, e uma voz sempre nos adverte" Não esqueça o principal!" E o principal  são os valores espirituais, a vida, as amizades, o amor, os amigos, os familiares!
   Mas a ganãncia, a riqueza, os prazeres materiais nos fascinam tanto que o principal vai ficando sempre de lado...
   Assim, esgotamos o nosso tempo aqui e deixamos de lado ao essencial:" Os tesouros da alma!"
   Que jamais esqueçamos que a vida, neste mundo, passa breve e que a morte chega de inesperado.
   E quando a porta desta vida se fechar para nós, de nada valerão as lamentações.
Não esqueçamos, pois, o principal!

sexta-feira, 15 de outubro de 2010

Fica estabelecido - Thiago de Melo



Fica estabelecido, durante os séculos da vida
a prática sonhada pelo profeta Isaías
E o lobo e o cordeiro pastarão juntos
e a comida de ambos terá o mesmo gosto

por decreto irrevogável, fica estabelecido
o reinado permanente  da justiça e da caridade,
E a alegria será uma bandeira generosa
Para sempre desfraladade na alma do povo.

Todos ali são da mesma cor- Padre Antônio Vieira ( fragmento)

Abram aquela sepultura e vejam qual é ali o senhor qe qual é o servo; qual ali é o pobre e qual é o tico. Diferenciem ali, se conseguirem o valente do fraco,o formoso do feio,o rei do escravo.
Conseguiram? Não, por certo.
O grande e o pequeno, o rico e o pobre, o sábio e o ignorante, o senhor e o escravo, o príncipe e o cavador, o alemão e o etíope, todos ali são da mesma cor.

Algumas verdades são esquecidas e muitas vezes esquecemos a maior verdade de todas: somos todos iguais: todos temos o mesmo início e o mesmo fim: o que estamos fazendo para nos diferenciar?

sexta-feira, 8 de outubro de 2010

Na visão do mundo

esta é uma bonita mensagem que merece um pouco de atenção pelo muito que podemos aprender com sua leitura:


Nnão diga que o mundo é perverso, quando é justamente do chão do mundo que se recolhe a bênção do pão.
O charco é uma queixa da gleba contra o descaso do lavrador.
compara a Terra, à uma un iversidade e notarás que todos somos alunos em formação.
Aquili que plantares nos corações alheios é o que colherás nas manifestações dos outros.
Quem aplique lentes esfumaçadas nos olhos, não notará senão tristeza onde o mundo está ostentando as cores da esperança e da alegria.
Cada pessoa vê o mundo à própria imagem.
A melhor crítica é aquela que se expressa mostrando como se deve fazer.
A utlilidade é a força real que assegura a situação de cada um.
A proteção mais segura que possas desfrutar é a de teu próprio serviço.

quinta-feira, 7 de outubro de 2010

Homenagem para Tia Neiva

Neste mês de outubro que relembramos, com amor, a chegada da Mãezinha neste Plano, todas as homenagens serão poucas!

Querida Mãe
Escrevi o teu  nome no meu coração
com letras douradas de amor
que hão de brilhar incessantemente
a encaminhar, sem dúvida, eternamente
aqueles que padecem da ilusão e da dor!
Jamais esqueço as benditas lições
que me ensinaste com tanta ternura
e estão registradas em minha mente
relembrando constantemente
que você me mostrou um "vale" de amor.
Mãe Neiva
Peço aos Caboclos e aos Pretos Velhos de luz
que lhe levem sempre a minha lembrança
de uma alma sempre criança
que sabe que estás no Astral Superior
E faço bouqueres de rosas de cores mil
para enfeitar este céu cor de anil
onde  altaneira agora vives
com as Guias missionárias e sereias de yemanjá
e de onde estás sempre a nos buscar...
porque sei, Mãezinha, que nem por um instante
esquece-te de nós, filhos errantes
nestes caminhos terrenos, inconstantes.
sempre em busca de evolução a caminhar!

quarta-feira, 6 de outubro de 2010

Uma verdade ( quase) absoluta


Muitas "coincidências" acontecem em nossas vidas e às vezes ficamos tentados a maturá-las para compreendê-las; hoje, aconteceu isto. Eu, sem muita vontade, buscava um assunto ou texto, enfim, um material para colocar neste BLOG quando me caiu nas mãos o livro"O ateu e o sábio", de Voltaire. Achei muito interessante a introdução e pensei em postá-la mas, desisti. De repente pequei o livro " Em busca de Respostas", de RicardoJ.A.Lins e abri justamente na página 24, onde o primeiro título é " voltaire"; vencida pelo "acaso", "destino" ou "coincidência", aceitei que o assunto será este.
È muito interessante porque sempre vemos pessoas que de dizem ateus; muitas em tom jocoso até dizem: " Sou ateu, graças a Deus!"; mas, na verdade o assunto é sempre relevante porque quem acredita em Deus tem milhares de motivos para crer e quem não acredita, tem apenas um motivo.... você sabe qual?
Vamos lá.
trecho do livro acima citado:
        Voltaire
Lutou contra a opressão religiosa e a crença dogmática em Deus, embora pessoalmente não fosse ateu. Acreditava que por trás daquele mundo bem ordenado, que fora escrito por Newton, deveria existrir um criador racional. Contudo, não saberíamos nada sobre o criador, já que ela não se revelou e maneira sobrenatural, como crêem os cristãos , judeus e mulçumanos. Deus se mostrou ao ser humano apenas por meio da natureza e das leis naturais. A cegueira e a intolerância  levam os homens a perseguir e a matar uns aos outros em nome da religião, igualmente tola é a idéia  que podemos influenciar a Deus e o curso dos acontecimentos mundiais valendo-nos da oração. O mundo é controlado por leis imutáveis.
 O mundo pode ser controlado pelos pensamentos e orações dirigidas com emoção a Deus. È evidente que as orações feitas apenas para cumprir um ritual, não influenciam a Deus. da mesma forma é absurdo pensar que um soldado em batalha peça a Deus para não ser ferido e possa matar o inimigo ou acabando de rezar, ao terminar a oração do hiorário pré estabelecido em algumas religiões, inicie a batalha, matando impiedosamente seus inimigos que nunca lhe fizeram mal. E Deus pode se manifestar diretamente a cada pessoa dando provas de sua existência de maneira sobrenatural.
 Já na apresentação do "O Ateu e o Sábio", podemos ler o seguinte:
" Se Deus não existisse seria preciso inventá-lo".
 Esta frase de impacto é do proprio Voltaire. Não que ele fosse um praticante da religião ou um católico fervoroso. Mas era um teísta. Acreditava na necessidade da existência de Deus. Embora fosse um crítico feroz da igreja católica, particularmente com relação ao seu poderio, a sua ingerência nos negócios do Estado, aos desmandos das autoridades eclesiásticas e á prepotência dos jesuítas que se consideravam os donos das verdade cristã,Voltaire não consegue imaginar um mundo sem Deus e sobre o homem que em sã consciência não pode ser ou considerar-se ateu.
  Vale a pena ler e meditar, você não acha?

Receita da felicidade

    

 Tadeu, que era um dos comentaristas mais inflamados, no culto da Boa Nova, em casa de Pedro, entusiasmara-se na reunião, relacionando os imperativos da felicidade humana e clamando contra os dominadores de Roma e contra os rabinos do Sinédrio.
     Tocado de indisfarcável revolta, dissertou largamente dobre a discórdia e o sofrimento reinantes no povo, atuando-lhees a causa nas deficiências políticas da época, e, depois que expendeu várias considerações preciosas, em torno do assunto, Jesus perguntou-lhe:
  _ Tadeu, como interpreta você a felicidade?
 _ Senhor, a felicidade é a paz de todos.
    O Cristo estampou significativa expressão fisionômica e ponderou:
  _ Sim, Tadeu, isto eu não conheço; entretanto, estimaria saber como se sentiria você realmente feliz.
  O discípulo, com algum acanhamento, enunciou:
 _ Mestrem suponho que atingiria a supreja tranquilidade se pudesse alcançar a ompreensão dos outros.
 Desejo, para esse fim, que o próximo me não despreze as intenções nobres e puras.
  Sei que erro, muitas vezes, porque sou humano; entretanto, ficaria contente se aqueles que convivem comigo me reconhecessem o sincero propósito de acertar.
   Respiraria abençoado júbilo se pudesse confiar em meus semelhantes, deles recebendo a justa consideração de que ne sinta credor, em face da elevação de meu ideal.
Suspiro pelo respeito de todos, para que eu possa trabalhar sem impedimentos.
 Regozijar-me-ia se a malidicência me esquecesse.
  Vivo na expectativa da cordialidade alheia e julgo que o mundo seria um paraíso se as pessoas da estrada comum se tratassem de acordo com o meu anseio de ser acatado pelos demais.
  A indiferença e a calúnia doem-me no coração.
  Creio que o sarcasmo e a suspeita foram organizados pelos Espíritos das trevas, para tormento das criaturas.
  A impiedade é um fel quando dirigida contra mim, a maldade é um fantasma de dor quando se põe ao meu encontro.
  Em razão de tudo isso, sentir-me-ia venturoso se os meus parentes, afeiçoados e conterrãneos me buscassem, não pelo que aparento ser nas imperfeições do corpo, mas pelo conteúdo de boa vontade que presumo onservar em minha alma.
 Acima de tudo, Senhor, estaria sumamente satisfeito se quantos peregrinam comigo me concedessem direito de experimentar livremente o meu gênero de felicidade pessoal, desde que me sinta aprovado pelo código do bem, no campo de minha consciência, sem ironias e críticas descabidas.
 Resumindo, Mestre, eu queria ser compreendido, respeitado e estimado por todos, embora não seja, ainda, o modelo de perfeição que o céu espera de mim, com o abençoado concurso da dor e do tempo.
Calou-se o apóstolo e esboçou-se, na sala singela, incontido movimento de curiosidade ante a opinião que o Cristo adotaria.
Algum dos companheiros esperavam que o Amigo Celeste usasse o verbo em comprida dissertação, mas o Mestre fixou os olhos muito límpidos no discípulo e falou com firmeza e doçura:
_ tadeu, se você procura, então, a alegria e a felicidade do mundo inteiro, proceda para com os outros, como você deseja que os outros procedam ^para com você. E caminhando cada homem nessa mesma norma, muito em breve estenderemos na Terra as glórias do Paraíso.
Jesus no Lar- Francisco Cândido Xavier- Espírito: Neio Lúcio)

quarta-feira, 29 de setembro de 2010

linda lição:O santo desiludido

Este texto é uma linda lição que deverá ser assimilada por nosso espírito; após lê-la, pare um pouco e medite. garanta que o ensinamento infiltre em seu coração. Aprenda, viva mais plenamente o Amor ao próximo.

Inclinara-se a palestra, no lsr humilde de cafarnaum, para os assuntos alusivos à devoção, quando  o Mestre narrou  com  significativo tom de voz:
  _ Um venerado devoto retirou-se, em definitivo, para uma gruta isolada, em plena floresta, a pretexto de servir a Deus. Ali vivia, entre orações e pensamentos que julgava irrepreensíveis, e o povo, crendo tratar-se de um santo messias, passou a reverenciá-lo com intraduzível respeito. Se alguém pretendia efetuar qualquer negócio do mundo, dava-se pressa em buscar-lhe o parecer,0 Fascinado pela alheia consideração, o crente, estagnado na adoração sem trabalho supunha dever situar  toda a gente em seu modo de ser, com respeitável desculpa de conquistar o paraíso.
    Se um homem ativio e de boa fé lhe trazia á apreciação algum plano de serviço comercial, ponderava, escandalizado?
   _ È um erro. Apague a sede de lucro que lhe ferve nas veias. Isto é ambição criminaosa. Venha orar e esquecer a cobiça.
    Se esse ou aquele jovemlhe rogava opinião sobre o casamento, clamava, aflito:
 _ È disparate. A carne está submetendo o seu espírito. Isso é luxúria. Venha orar e consumir o pecado.
   Quando um outro companheiro lhe implorava conselho acerca de algum elevado encargo, na administração pública, exclamava, compungido:
 _  É um  desastre, afaste-se da paixão pelo poder. Isso é vaidade e orgulho. venha orar e vencer os maus pensamentos.
    Surgindo pessoas de bons propósitos, reclamando-lhe a opinião quanto alguma festa de fraternidade em projeto, objetava, irritadiço:
   _È uma calamidade. O júbilo do povo é desregramento. Fuja à desordem. Venha orar, subtraindo-se à tentação.
    E assim, cada consulente, em vista da imensa autoridade que o santo desfrutava, se entristecia de maneira irremediável e passava a apartilhar-lhe os ócios na soledade, em absoluta  paralisia da alma.
    O tempo, todavia, que tudo transforma, trouxe ao preguiçoso adorador a morte do corpo físico.
    Todos os seguidores dele  o julgavam arrebatado ao céu e ele mesmo acareditou que, do sepulcro seguiria direto ao paraíso. Com inexedível assmbro, porém, foi conduzido por forças das trevas a terrível purgatório de assassinos. Em pranto desesperado, indagou, à vista de  semelhante e inesperada aflição, dos motivos que lhe haviamsitiado o espírito em tão inesperado e pavoroso torvelinho, sendo esclarecido que, se não fora homicida vulgar naTerra, era ali identificado como matador da coragem e da esperança em centenas de irmãos  em humanidade.
   Silenciou Jesus, mas João, muito admirado considerou:
  _  Mestre, jamais poderia supor que a devoção excessiva conduzisse alguém a infortúnio tão grande!
  O Cristo, porém, respondeu, impertubável:
   _ Plantamos a crença e a confiança entre os homens, entendendo, entretanto, que cada criatura tem o caminho que lhe é próprio. A fé sem obras é uma lâmpada apagada. Nunca nosesqueçamos que o ato de desanimar os outros, nas santas aventuras do bem,é um dos maiores pecados diante do Poderoso e Compassivo Senhor.
Do livro: " Jesus no Lar, Francisco Cândido Xavir, Espírito Neio Lúcio. p.55

segunda-feira, 27 de setembro de 2010

exercício para o espírito: O tijolo

Esta história é para meditação, o exercício que dá firmeza e vigor ao espírito. por isto após ler este texto, pare e pense no que ele tenta te dizer!

Um jovem e bem sucedido executivo dirigia na vizinhança, correndo com o seu novo jaguar. Observando as crianças se lançado entre os carros estacionados, diminuiu um pouco a velocidade, quando achou ter visto algo. Enquanto passava nenhuma criança apareceu. De repente um tijolo espatifou-se na porta lateral do jaguar. Freou bruscamente e deu ré até o lugar de onde teria vindo o tijolo.
Saltou do carro e pegou bruscamente uma criança empurrando-a contra o veículo estacionado e gritou:
- Por que você fez isto? Quem é você? Que besteira acha que está fazendo? Este é um carro novo e caro, aquele tijoo que voc~e jogou vai me custar muito dinheiro! por que você fez isto?
- Por favor, senhor, me desculpe eu não sabia mais o que fazer- implorou o pequeno menino.
- Ninguém estava disposto a parar e me atender neste local.
Lágrimas corriam do rosto do garoto, enquanto apontava na direção dos carros estacionados.
- è meu irmão. Ele desceu sem freio e caiu de sua cadeira de rodas e eu não consigo levantá-lo. Soluçando o menino perguntou ao executivo:
 -O senhor poderia me ajudar a recolocá-lo em sua cadeira de rodas? Ele está machucado e ela é muito pesada para mim.
Movido internamente  muito além das palavras, o jovem motorista engolindo" nó imenso" dirigiu-se ao jovenzinho, colocando-o em sua cadeira de rodas. Tirou seu lenço, limpou as feridas e arranhões, verificando se estava tudo bem.
- Obrigado e que Deus possa abençoá-lo- A grata criança disse a ele. O homem então viu o menino se distanciar... empurrando o irmão em direção à sua casa.Foi um longo caminho de volta para o jaguar... um longo e lento caminho de volta. Ele nunca consertou a porta amassada. Deixou amassada para lembrar de nunca ir tão rápido na vida, que alguém tivesse que atirar um tijolo para obter a sua atenção.
  Deus sussurra em nossas almas e fala aos nossos corações.
   Pense nisto, Deus é bom e está sempre esperando por nós.( autor desconhecido) 

Palavras de Luz

De Buda:

 Se tratar ódio com ódio, nunca terá descanso.Pratique a resistência e conseguirá impedi-lo. este é o Darma de Buda.
Se aprendemos que possuímos três venenos  (raiva, avareza e ambição) significa que devemos tomar o máximo cuidado para não vivermos em função ou influenciados por eles.
 

De Dalai Lama:
A humanidade é uma só e este pequeno planeta é a nossa única casa. Se temos de proteger esta casa, cada um de nós precisa experenciar um  sentimento vivo de altruísmo universal. Nosso planeta foi abençoado com vastos tesouros naturais. Se os usarmos adequadamente, todo o ser humano poderá usufruir de uma vida rica e de bem estar.
Hoje enfrentamos muitos problemas , alguns criados por nós em consequência de diferenças ideológicas, religiosas, raciais, econômicas. Entretanto, chega o momento de pensarmos em um nível mais profundo e a partir daí ap´reciar e respeitar essa mesma condição em todos os seres humanos.

quinta-feira, 23 de setembro de 2010

Irmão Jose´- Não anseies psicografia de Jurema Nogueira



Não anseies

a riqueza do mundo

cada vez mais inconsistente

Armazene tesouros no céu

onde sob a supervisão doo Divino tesoureito

renderão juros e correção

para que te alimentes

te sustente... e aos teus.

na vida que te espera

quando o novo amanhã chegar

no céu de teus dias.

Palavras de ASHYA


Você pode acreditar:

Anjos de luz voam no céu... mas, quem pode vê-los?

Algumas coisas são invis´piveis aos olhos de todos nós

Enxergadas com os olhos da alma

às veezs tornam-se incompreensíveis.

Jeus nos olha do céu

Mas, quem pode enxergá-lo?

As estrelas brilham de dia ... mas, quem pode observá-las?

O maravilhoso é invisível aos aos olhos

e somente pode-se acreditar que existe.

A vida é simplesmente a vida:

não é uma passagem alegre ou triste- basta vivê-la.

energias invisíveis circulam pelo universo

mas... quem pode vêlas?

Lindas histórias de Chico Xavier


1 Se esperasse


um negociante, residente nas imediações de B. Horizonte, em virtude de haver feito sérias transações comerciais, além de suas necesidades, pois comprou 600 cortes de casimira inglesa, por CR$ 3000.000,00, lutava com dificuldade financeiras, tanto mais sua dívida ficara aumentada para CR$ 9000.000,00...

Tudo quanto planejara falhou. O negócio começou a ir mal, pois não achava compradores para os cortes de casimira, tanto mais que, para agravar a sua situação, o mundo estava com uma guerra terrível, que atravessou os nos de 1944 e 1945.

por ser um homem honestíssimo, habituado a saldar suas contas, com pontualidade, sofria muito...

Encontrava-se com o Chico, numa das ruas de B. horizonte e pede-lhe um conselho. O Médium, por inspiração dos Espíritos que o assistem,aconselhou-o a esperar, com fé e não descontrolar-se, a ponto de adoecer. Tudo ia melhorar dali a uns 15 dias.

Mas, o negociante, sentindo-se que o problema não tinha solução e se agravava com os credores lhe batendo á porta, num momento de desepero, daí há 10 dias, suicidou-se...

Daí há cinco dias, justamente quando vencera os 15 dias que chico anunciara, chega á casa do negociante suicida um comprador para os cortes de sua casimira inglesa. E oferece à viúva do morto CR$ 900.000,00 pelos 600 cortes, mais do que devia o negociante.

A viúva aceitou a oferta. com o dinheiro recebido pagou a dívida de RCR$ 600,000,00 pelos 600 cortes, mais do que devia o negociante.

A viúva acei a oferta. Com o dinheiro recebido pagou a dívida de 6000,000,00 e continuou o negócio do marido que, daí em diante, prosperou mais e mais...


Escusado é dizer que o Negociante, em espírito, mais tarde, refeito do seu suicídio, visitou sua casa e a encontrou prosperando e sua esposa á frente de seu negócio realizando sua prova remissiva e abençoada.

Se esperasse quinze dias...

sexta-feira, 17 de setembro de 2010

Protegida Por Um Anjo - (Filme Completo)

Protegida Por Um Anjo - (Filme Completo)

Irmão Sol, Irmã Lua - Filme Completo

Irmão Sol, Irmã Lua - Filme Completo

O Pássaro Azul - Filme Completo - (Vídeo)

O Pássaro Azul - Filme Completo - (Vídeo)

A Grande Verdade [Shaka e Buda]

A CABANA;: eu li!



Comecei a ler o livro por cusriosidade, nunca leio livros muitos famosos que estão na mídia, sempre acho que perece que são enfiados goela abaixo; mas, sem mais nada para fazer e não querendo encarar a televisão resolvi encarar o livro " A Cabana" que conta o encontro entre um homem amargurado e Deus!

No início, supresa, achei o livro maravilhosos e percebi que o ineteressante é que, independente da religião do leitor o livro consegue ser aceito, porque acredito que cada leitor o entenderá dentro de suas convições.

Mais algumas páginas e achei o livro sem qualquer lógica, apelativo e bobo, joquei-o de lado e liguei a TV; sem qualquer possibilidade de assistir qualquer programa, depois de uns quarenta minutos me rendi e voltei ao livro. Percebi que o problema não era o livro e sim, eu mesma. Comecei a ver todos os meus preconceitos ( que eu nem sabia ter) aflorarem, tive um enorme sentimento de não aceitação, de intolerância e comecei a ficar irritada. larguei o livro. Fiquei pensando sobre tudo que eu lera.

Horas depois retornei ao livro e aí, tudo fez sentido. Aceitei aquele Deus e aceitei os outros personagens tal quual eram, aceitei-os como se estivessem á minha frente. Percebi que jamais vi Deus mas, por sua bondade Ele pode ser da forma que quiser que eu O amarei o O honrarrei da mesma forma, mesmo que Ele não tenha uma forma definida, que seja uma massa sem forma.

Pensei que Deus pode muito bem agir como o "Deus" do livro para nos trazer lições, não para que entendamos o mundo, mas para que nos entendamos melhor!

Desta forma, achei interessante guardar o que li e o que interiorizei. E para guardar no coração registrei os seguintes trechos:

".. se alguma coisa importa, tudo importa. Como você é importante, tudo o que faz é importante. Todas as vezes que você perdoa, o universo muda, cada vez que estende a mão e toca um coração ou uma vida, o mundo se transforma, a cada gentileza, serviço visto ou não visto, meus propósitos são realizados e nada jamais será igual". p-218/219

Ou ainda:

"Uma revolução de amor e gentileza provocada por Jesus, pelo que Ele fez por nós e continua a fazer num mundo que tem fome de reconciliação e de um local que se possa chamar de Lar. Não é uma revolução que pretenda derrubar nada, ou, se derrubar, fará isso de um modo que jamais poderemos imaginar antecipadamente. Serão os poderes silenciosos e sotidianos de morrer, servir, amar e rir, de ternura, simples e gentileza genuínas porque, se alguma coisa importa, todas as coisas importam. E um dia, quando tudo for revelado, cada um de nós ficará de joelhos e confessará... que Jeus é o Senhor de toda a Criação. p232

A cabana- William P. Yong, ed. Sextante.


Buda- mensagem de luz


Não acrediteis numa coisa, apenas por ouvir diser. Não acrediteis na fé das tradições, só porque foram transmitidas por longas gerações. Não acrediteis numa coisa só porque é dira e repetida por muita gente. Não acrediteis numa coisa só pelo testemunho de um sábio antigo. não acrediteis numa coisa só pela probabilidades a qyue favorecem ou porque um longo hábito vos leva a tê-la como verdadeira. Não acrediteis no que imaginastes, pensando que um ser superior a revelou. Não acrediteis em coisa alguma apenas pela autoridade dos mais velhos ou dos voosos instrutores. Mas, aquilo que vós mesmos experimentastes, provastes e reconhecestes verdadeiro, aquilo que corresponde ao vosso bem e ao bem dos outros. Isso deveis aceitar, e por isso moldar a vossa conduta" Buda

quinta-feira, 16 de setembro de 2010

fazer o necessário e não o supérfluo Lao-Tsé



POEMA 9


FAZER O NECESSÁRIO E NÃO O SUPÉRFLUO


sÓ SE PODE ENCHER UM VASO ATÉ A BORDA- NEM UMA GOTA A MAIS

nÃO SE PODE AGUÇAR UMA FACA

E LOGO ATESTAR A SUA AGUDEZA.

nÃO SE PODE ACUMULAR OURO E PEDRAS PRECIOSAS

SEM LUGAR SEGURO PARA GUARDÁ-LOS

QUEM É RICO E ESTIMADO,

mAS NÃO CONHECE A SUA LIMITAÇÃO,

ATRAI A PRÓPRIA DESGRAÇA.

QUEM FAZ GRANDES COISAS

E DELAS NÃO SE ENVAIDECE,

ESTE REALIZA O CÉU EM SI MESMO.

AMOR


Ganhei de um aluno, Kelysson, um livro que foi escrito por seu avô; o livro na verdade estava extraviado e eu esperava ansiosa por tê-lo às mãos porque eu folheara o livro e fiquei encantada com o conteúdo. Nestes dias conturbados que vivemos, é raro o encontro de obras boas, que nos orientem a vida e fortaleçam nosso espirito. Por isto queria tanto adquirir o livro, mas, o autor, gentilmente me fez uma valiosa doação.

O título do livro é" Em busca de Respostas- Pensamentos e reflexões filosóficas sobre o comportamento diante da vida em sociedade e pequenos contos relacionados com os princípios abordados neste livro, de autoria do sr. Ricardo Lins.

sendo possível adquiri-lo pelo e-mail: rjalins@yahoo.com.br .

Desta fabulosa obra transcrevo os ensinamentos abaixo:


AMOR

`´E um sentimento que predispõe alguém a desejar: afeição, amizade , carinho, simpatia, ternura, de outrem ou de alguma coisa. É um sentimento que não nos cabe controlar ou ignorar. Mais forte que nossa vontade e nos faz muito bem quando correspondido. O amor deve ser alimentado e tratado com a máxima atenção para se manter forte e pode se tornar frágil quando ausente ou num clima de constante discórdia. Exige muita dedicação e nenhuma cobrança. è a energia mais poderosa que nos foi dada por Deus e permite vencer os mais difíceis obstáculos dando-nos força acima de que temos capacidade, capacitando-nos às atividades até então desconhecidas, coragem, iniciativa, vitalidade, comunicação telepática, sorte e muito mais. Em nome do amor, uma mãe que não sabe nadar, consegue salvar seus filhos que estejam se afogando em um mar agitado ou próximo a uma cachoeira. Enfrentam feras, tempestades, vendavais e quaisquer obstáculos que venham a aparecer e que ameacem seus entes queridos ou amados. Os animais, especialmente os cães, provocam um sentimento de amor muito intenso. Eles chegam a dar suas prórias vidas para proteger seus donos, que na verdade, são seus afetos. Devemos amar os pobres e os ricos. Os pobres pela sua car~encia e os ricos pelo excesso. Qualquer um deles pode ser carente de amor. os ricos podem ter tudo o que o dinheiro compre, mas amor não está à venda por preço nenhum. para amar tudo e a todos, saberemos amar a Deus sob todas as coisas.


Este texto singelo traz a singeleza das Grandes Verdades e se esgota em si, não carecendo de comentários! vamos ler e meditar sobre esta Verdade!

Nosso Lar- O filme


A primeira vez que li " Nosso lar", de André Luiz eu tinha 13 anos. ganhei o livro de presente de minha madrinha Ivone Loures, que era cardecista. Fiquei encantada com tudo que ali estava e chorei durante toda a leitura. À partir dái, eu que era meio espírita passei a ser espírita completamente. Compreendi, de forma concreta todo o amor de Deus, como Ele nos guarda e protege em todas as situações. Como é bela a Obra de Deus. E me senti segura porque descobri que a cada dia e em qualquer situação eu teria seres abnegados a cuidarem de mim, seres espiritauis, anos que estariam sempre prontos a me cuidar e amparar.jamaia duvidei, jamais busquei outra explicação. E acredito, firmemente que esta certeza não tem nada a ver com o espiritismo porque esta certeza do amor incondicional de Deus deve estra registrada em todos os seres humanos.

Fiu assisti o filme, é bonito, mas, nem de longe retrata " Nosso lar", sua beleza celeste, sua organização, sua vida cotidiana. mas isto não importa, o que vale mesmo é que, lá em algum lugar temos um lar para onde ir, conforme as promessas de Jesus: " Na casa de meu Pai tem muitas moradas"! Louvado seja Nosso Senhor Jesus Cristo.

sábado, 11 de setembro de 2010

Espiritualidade e cuidado com os animais


Alguns falaram acerca da forma como devemos ver nossos irmão, os animais"irracionais"; Segundo Gênesis, Deus ao criar o homem deu-lhe a obrigação deste cuidado, para que houvesse o equilíbrio planatário, assim, ao buscarmos o assunto é possível ler, opiniões, como:


*O destino dos animais é muito mais importante para mim do que o medo de parecer ridículo. Èmile Zoe


O Homem não é o único animal que pensa. entretanto é o único que pensa que não é um animal- pascal


Vegetarianismo não é opção é consciência- Reiki


O Homem cava seu túmulo com o garfo diaraimente- Mahatma Gandhi


temo pela minha espécie quendo penso que Deus é justo- Thomas Jefferson.


Se pensarmos mais um pouco veremos que todos que se destacaram pelo grande crescimento espiritual, amaram ou defenderam os animais: Chico Xavier teve um cão que amou como um ser da família, Denis teve seus gatos, Francisco de Assis chamava os animais de irmãos...

Somente por hoje, tente amar ou proteger um animal!


sexta-feira, 10 de setembro de 2010

Palavras de luz



PALAVRAS DE LUZ


As vicissitudes da vida têm uma causa, e como Deus é justo, esta causa deve ser justa- O Evangelho Segundo o espiritismo.

O acaso, propriamente considerado não pode entrar nas cogitações do sincero discípulo da verdade evangélica- O consolador- questão 186

Na alma da criança reside a essência da paz ou da guerra, da felicidade ou do infortúnio, para os dias que virão. ( meimei)

A certeza

Palavras de Ashya.

A noite está escura, como são escuras as noites de lua minguante. Eu particularmente não gosto de lua nova: tenho uma estranha sensação de solidão, como se eu estivesse perdida em algum lugar, sozinha, isolada. Gosto de lua cheia. Me dá a sensação de companhia...
A noite está escura mas sei que em algumas horas a claridade voltará e tudo será mais fácil, mais possivel.
Este ciclo me faz pensar que o tempo passa, a vida flui e uma hora chega... a hora final, que não sabemos quando se dará. Basta uma falha, um descuido e tudo acontece... o nada...
Hoje, quase cheguei a este momento tão temido e esperado. Puxei uma caixa no escritório e tarde demais percebi que não era uma caixa e, sim, um grande, antiga e pesada torradeira que caiu em minha cabeça com muita forma e me fez ficar tonta, sentindo muita dor. Nada pude fazer senão esperar o que aconteceria . lembro-me de ter pensado: se tiver que partir agora... poderei ir sem receio? E, foi com surpresa que percebi que se tivesse que deixar este mundo naquela hora, estaria tudo bem, Eu estava preparada, bem, eu poderia ter feito muitas coisas, melhores, ter aceitado melhor algumas situações, tem melhorado mais o meu gênio...mas, também percebi que, por sermos tão falhos, se tivéssemos de estar totalmente prontos, feito todas as coisas da forma perfeita, agido de forma irrepreensível jamais morreríamos, pois esta perfeição não será alcançada por mim, nem por nóes, seres em progressão, em evolução...
Mas, percebi, também que , se na grande hora o pânico não se fizer presenmte e tivermos aquela sensação que temos em algumas viagens, na hora de retornarmos: " bom, eu poderia ter aproveitado mais, mas, tudo bem, aproveitei bastante", podemos ter a certeza que o retorno será tranquilo e sereno.
O que faz com que a vida seja um lição aprendida é que a aprendizagem aconteceu, talvez mais talves menos, mais importa que alguma coisa conseguimos reter e desta forma avançar.

Meimei


Quem é Meimei?

Espírito altamente amoroso e culto, que se tem dedicado meis particularmente à assistência à infância, manifesta-se, quase sempre inundando o ambiente em suave e maravilhoso aroma de flores, mais particularmente rosas.

Seu nome quando encarnada na Terra era IRMA DE CASTRO viveu de 22 de outubro de 1922 a 1º de outubro de 1946. Nasceu na cidade mineira de Mateus Leme e desencarnou em Belo Horizonte.

Manifestou precocemente acentuada inteligência, meiguice, modéstia e amor às letras. Era de beleza invulgar.

por motivos de sua grave´moléstia não pode concluir o Curso Normal, que abandonou no 2º ano.

Casou-se aos 33 anos com Arnaldo Rocha; apesara de muito querer um filhinho que viesse coroar o lar, isto não aconteceu.

Tendo lido um um romance, onde um personagem chinês chamava a companheira pelo nome " Meimei"( que quer dizer" amor puro"), passou a tratar assim o marido e este também assim a tratava na intimidade.

A moléstia renal( nefrite) que muitas vezes a acometera irrompeu com muita força a ponto de cegar-lhe um olho e seu desencarne se deu 2 anos após seu casamento, aos 24 anos.

O esposo, muito abatido buscou Chico Xavier que recebeu um psicografia em que ela assinava " Meimei", fato que todos ignoravam , já que sete tratamento era da intimidade do casal. Arnaldo tornou-se então um colaborador de Chico e fundou o centro espírita Meimei.